segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Congresso Nacional e internacional das Santas Casas de Misericórdias e Hospitais Filantrópicos


Congresso reúne 600 em Fortaleza

O IX Congresso Internacional das Misericórdias e o XIX Congresso Nacional das Santas Casa de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas começou ontem (24), em Fortaleza, Ceará.

O CIM 2009 reúne 600 pessoas de várias nacionalidades para discutir questões acerca da filantropia no mundo, até sexta. Palestrantes da Espanha, Ucrânia, França, Luanda, Portugal, Índia, Itália e Brasil já estão na cidade para transformar o Conclave num espaço de profundas reflexões.

As temáticas abordadas referem-se ao futuro de nossas Organizações, como:
As Santas Casas e Entidades Filantrópicas: no contexto da globalização; Terceiro Milênio: Missão e Presença das Santas Casas; Responsabilidade Social – Profissionalização de Gestão e Marketing; Missão estratégica e Institucional: Relação Público, Privada Empresarial e Empresariado Social; Princípios espirituais e formativos das Misericórdias a nível mundial.

“Reconhecemos o papel histórico das Santas Casas e Filantrópicos no Ceará, por isso estamos presentes reforçando a parceria do Governo do Estado com o setor”, afirmou o secretario estadual de saúde, João Ananias Vasconcelos Neto, representando o governador do estado, Cid Gomes, na cerimônia de abertura.


O governador Cid Ferreira Gomes será o palestrante de abertura do IX Congresso Internacional das Misericórdias e XIX Congresso Nacional das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas que ocorrerão de 24 a 27 próximos, no Hotel Vila Galé. Confirmou, nesta terça-feira, o presidente da Confederação Internacional das Misericórdias, deputado federal José Linhares (PP).

Segundo disse, o encontro reunirá delegações de mais de cinco países, que discutirão temas relacionados ao futuro das organizações filantrópicas.

O ministro José Gomes Temporão (Saúde), de acordo com o deputado federal José Linhares, virá encerrar o encontro. Quem comemora mesmo é o setor turístico local que, nesse período de baixa estação, tem surpreendido em termos de movimento por conta de congressos. Pontos para a Secretaria do Turismo do Estado e o Fortaleza Convention Bureau.



“Quem sabe faz a hora...”
De 24 à 27 – são os nossos Congressos.

Entramos na contagem regressiva. Dentre poucos dias o Brasil e o Mundo se abraçarão para celebrar, respectivamente, o IX Congresso Internacional das Misericórdias e o XIX Congresso das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas.

Serão dias entremeados com muito estudo, novas visões, experiências compartilhadas e, sobretudo, de vivências e encontros marcados pelo idealismo, pela fraternidade, pelo afeto e ânimo que entusiasmam nossa caminhada.

Você é conhecedor, que o templo que edificamos é, simultaneamente, obra da graça benevolente de Deus e do esforço solidário que cada um despende para manter sempre acesa a pira do amor ao próximo.

Sua presença é insubstituível, não pode ser delegada, você é o patrimônio maior de nossas Instituições, é o arcano sagrado que traz consigo o mistério e o milagre que supera a transitoriedade do tempo e nos lança na infinitude do eterno.

Todo sacrifício para se fazer presente aos nossos Congressos, será amplamente recompensado pela gama de conhecimento que vai adquirir, mas sobretudo, pelo revigoramento de seus propósitos que incendeiam a generosidade de seu idealismo.

Venha, já prelibamos a alegria do Encontro. Dos dias 24 a 27 de Novembro, seremos a grande orquestra, cantando e dançando a Sinfonia da Vida.
Com carinho e com afeto,

Dep. Pe. José Linhares Ponte Antônio Brito

Presidente da CIM


Santa Casa de Misericórdia de Fortaleza
Cartão-postal Panorâmico da Santa Casa e Passeio Público em 1932.
A Santa Casa de Misericórdia de Fortaleza é um hospital da cidade de Fortaleza. É o primeiro hospital da cidade e foi construído inicialmente com recursos públicos fornecidos à província para resolver os problemas decorrentes da última epidemia de febre amarela.

História

O hospital foi inaugurado em 1861, a princípio com 80 leitos, tinha como mantenedora a Irmandade Beneficente da Santa Casa da Misericórdia de Fortaleza. O Dr. Joaquim Antônio Ribeiro foi o primeiro médico nomeado para trabalhar na Santa Casa, em 12 de março de 1861. Formado em medicina pela Universidade de Harvard em 1853.

No começo do século XX a Santa Casa de Fortaleza enfrentou a grande calamidade pública que foi a seca de 1915 que passou a atender uma grande massa de retirantes sofrendo das mazelas da seca.

Dez anos depois da grande seca, a Santa Casa passou a se firmar como um hospital de alta tecnologia ao ser o primeiro no estado a introduzir o serviço de radiologia ao inaugurar no dia 29 de junho de 1925 aparelho de Raios X.

Em 1961, a Santa Casa de Fortaleza completou 100 anos e contava então com 300 leitos tornando-se então um hospital de grande porte. Na década de 70 passou por modificações em seus estatutos quando foi desligado da Arquidiocese de Fortaleza. Em março de 1971 foi inaugurado um centro cirúrgico que em pouco tempo fez com que fosse o hospital a realizar o maior número de cirurgias em todo o Ceará.

Nos anos 80 a Santa Casa passou a integrar um modelo de atendimento médico baseado no Sistema Único de Saúde – SUS e vivenciar a séria crise que a saúde pública vem sofrendo no Brasil desde então.

Ligações externas

Este artigo é um esboço sobre um hospital ou uma instituição de saúde. Você pode ajudar a Wikipédia .


Palavra do Provedor

A Irmandade Beneficente da Santa Casa da Misericórdia de Fortaleza busca a satisfação dos seus usuários, colaboradores e parceiros a fim de ser reconhecida pela sociedade como uma instituição filantrópica de saúde, que busca proporcionar esta satisfação, com ética, respeito e cooperação. Este é um site de saúde, fruto de experiências profissionais adquiridas ao longo de 147 anos de atuação na assistência ao doente e docência da área.


http://cipavirtual.ning.com

domingo, 29 de novembro de 2009

Desemprego é o menor no ano, mas IBGE vê piora de qualidade


RIO DE JANEIRO (Reuters) - A taxa de desemprego nas seis principais regiões metropolitanas do país recuou para 7,5 por cento em outubro, menor patamar desde dezembro passado, mas há sinais de perda de qualidade no mercado de trabalho, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em setembro, a taxa estava em 7,7 por cento. Economistas consultados pela Reuters previam desemprego em 7,6 por cento no mês passado.

Apesar da taxa melhor, outubro registrou a primeira queda no emprego com carteira assinada desde 2004 e a ocupação caiu tanto em relação a setembro (recuo de 0,1 por cento) quanto a outubro de 2008 (baixa de 0,3 por cento). A população ocupada atingiu 21,505 milhões nas seis regiões pesquisadas.

A população desocupada caiu 2,5 por cento de setembro para outubro, mas cresceu 0,6 por cento ante outubro do ano passado. A população desocupada somou 1,753 milhão de pessoas.

"A taxa de desemprego está estável... o mercado de trabalho não está se movimentando", disse o economista do IBGE Cimar Pereira Azeredo, nesta quinta-feira, ao apresentar os dados.

"Há no mercado pequenas movimentações, mas os grandes números --como ocupação, desocupação e outros-- não se mexem."

O rendimento do trabalhador brasileiro ficou estável de um mês para o outro, com média de 1.349,70 reais. Em relação a outubro do ano passado, houve crescimento de 3,2 por cento.

Na média do ano, a taxa de desemprego está em 8,3 por cento, acima dos 8,1 por cento verificados de janeiro a outubro de 2008.

IMPACTO NO TRABALHO FORMAL

Segundo o economista do IBGE, os reflexos da crise global ainda contaminam o emprego. "O mercado está parecido com o fim do ano passado. A crise não arrebentou com 2009, mas atrapalhou a arrancada que se esperava para este ano", disse. "Se não fosse a crise, os números deste ano seriam bem melhores. Tinha gente que falava em 5 por cento de taxa de desemprego."

Um dos principais impactos da crise foi sobre o trabalho formal. O emprego com carteira vem recuando desde o agravamento da turbulência internacional, segundo o IBGE.

De acordo com o IBGE, o crescimento do emprego formal chegou a 6,9 por cento em outubro de 2008 ante o mesmo mês de 2007 e, desde então, entrou em queda livre. "Parte desse pessoal está indo trabalhar por conta própria", frisou o economista do IBGE.

Por Rodrigo Viga Gaier

Por Reuters, reuters.com, Atualizado: 26/11/2009 11:54




Buracos negros gigantes nasceram em 'casulos estelares', diz estudo

"Perspectiva da Visão artística de um buraco negro (Abril de Hobart, a Nasa, Chandra X-Ray
Observatory) "

Um estudo feito nos Estados Unidos propõe uma nova teoria para uma formação de buracos negros "supermassivos" - massas com milhões ou até bilhões de vezes maiores que a do Sol -, sugerindo que eles se formaram em "casulos" de gás dentro de estrelas.

O estudo, da Universidade do Colorado, na cidade de Boulder, apresenta uma alternativa à teoria mais aceita hoje em dia sobre a formação desses eventos cósmicos, a eles que de Surgiram a partir da união de um grande número de pequenos buracos negros.

O astrônomo que liderou o estudo, Mitchell Begelman, analisou os buracos negros Surgidos a partir de estrelas supermassivas surgidas nos primórdios do Universo.
Segundo ele, em alguns casos, o núcleo dessas estrelas entra em colapso, formando buracos negros - que, Devido ao tamanho dessas estrelas, já nascem maiores buracos negros que comuns.

Em um segundo estágio de formação, esses buracos negros passam uma engolir a matéria ao redor, dentro da estrela, formando um "casulo" e inchando até engolir o que restou do material que formava uma estrela.

"O que é novo aqui é que acreditamos ter encontrado um novo mecanismo Relativamente rápido de formação desses gigantes", Begelman disse.

Os buracos negros são objetos cósmicos extremamente Densos formados, acredita-se, pelo colapso de estrelas, e com um campo gravitacional tão forte que nada, nem mesmo a luz, é Capaz de escapar da sua atração.

Esses eventos también não detectados pelos astrônomos Diretamente, mas sim por sinais como movimento de matéria estelar girando em torno deles.

BBC Brasil

Atualizado: 26/11/2009 6:25


Tributo a Woody Allen

Cineasta americano ganha mostra cinematográfica em São Paulo e no Rio

Os filmes do cineasta Woody Allen estão em cartaz em SP e RJ...

O Centro Cultural Banco do Brasil apresenta, a partir desta quarta-feira (18), a mostra A Elegância de Woody Allen, que vai até o dia 13 de dezembro, no CCBB-SP.

A mostra está também em cartaz no CCBB do Rio desde o dia 3 de novembro. Serão exibidos todos os 40 filmes do cineasta, do primeiro O que há, tigresa? (1966), que não foi lançado nos cinemas brasileiros, ao inédito Tudo Pode Dar Certo (2009), que só entrará em cartaz no ano que vem.

Produções das quais Woody Allen participa como roteirista e/ou ator, além de outros trabalhos feitos em homenagem a ele, também farão parte da mostra.

Destaque, ainda, para Meetin’ WA, um média-metragem de Godard sobre o cineasta e Wild Men Blues, sobre a turnê da banda de jazz de Allen.

Para decifrar quem é Woody Allen, será produzido um catálogo da mostra dividido em duas partes: a primeira trará uma análise completa, filme a filme, de toda a produção do cineasta.

Na segunda, uma análise de suas várias personalidades. Ali estarão suas teorias, piadas, frases de efeito, momentos, vida e complicações. A proposta é entender como sua arte foi construída e como sua arte o construiu.

Os ingressos de cada filme custam R$4, com meia-entrada a R$ 2. Já os debates e curso farão análise conceitual dos filmes e terão mesas regulares com especialistas. Para conhecer a programação completa de São Paulo e Rio, clique aqui.



Por Fellipe Toledo

MSN.COM

O cineasta Woody Allen ganha, a partir desta quarta-feira, uma retrospectiva completa em São Paulo. A mostra é um prato cheio para quem deseja assistir aos filmes do diretor novaiorquino. Visite UOL Cinema

Vídeo:

Mostra apresenta trabalhos do cineasta Woody Allen -18/11/2009 11h38

Band News

sábado, 28 de novembro de 2009

Estação Espacial fotografa Glaciar Upsala, na Argentina, formando icebergs

Grandes fragmentos de gelo flutuam no Lago Argentino.
Região também apresenta sinais de aquecimento, diz Nasa.

Glaciar Upsala flui do campo de gelo do sul da Patagônia até o Lago Argentino (Foto: ISS/Nasa)

Foto tirada pela tripulação da Estação Espacial Internacional registra a região final do Glaciar Upsala, na Argentina, com icebergs se formando no Lago Argentino.

Como muitos outros glaciares da região, passou por um significativo encolhimento durante o século passado, informa a Nasa, a agência espacial americana.


Região também é afetada por aquecimento, diz Nasa

(Foto: GUY Christian/hemis.fr)


Os glaciares são “rios de gelo” que escoam das montanhas para regiões mais baixas, onde o gelo pode derreter, se romper na forma de icebergs ou reforçar uma plataforma.

Os glaciares funcionam como escavadeiras, empurrando terra e rochas à sua frente e deixando destroços nas duas margens.

O Upsala flui desde o campo de gelo do sul da Patagônia, que também dá origem ao Glaciar Perito Moreno, até o Lago Argentino.

A imagem foi obtida em 25 de outubro com uma câmera digital Nikon D2Xs, e divulgada nesta segunda-feira (16).

Do G1, em São Paulo

Vídeo - Aquecimento Global - Desgelo



quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Novo mapa sugere que Marte teve oceano que cobria 30% do planeta


"Superfície de Marte (Foto: Nasa)"

Uma pesquisa realizada nos Estados Unidos traz novos Indícios de que o planeta Marte já teve um oceano.

Usando um novo programa de computador, cientistas da Universidade de Northern Illinois e do Instituto Lunar e Planetário de Houston conseguiram Produzir um mapa mais detalhado das redes de vales de Marte e elas perceberam que são mais extensas 2,3 vezes do que se imaginava.

Além disso, o estudo mostrou que as Regiões mais densas em vales formam um cinturão em torno do planeta entre seu equador e uma faixa mais ao sul, o que é consistente com uma teoria de que havia um oceano cobrindo uma grande porção do hemisfério norte de Marte.



"Todas as provas reunidas ao analisarmos essa rede de vales Apontam para um clima especial No início da Existência de Marte", disse Wei Luo, da Universidade de Northern Illinois.

"Esse clima incluía um e chuvas oceano cobrindo cerca de 30% da superfície do planeta."

Quente e úmido

As redes de vales de Marte se assemelham aos Sistemas de rios da Terra, sugerindo que o chamado "Planeta Vermelho" já foi mais quente e mais úmido do que é hoje.

Mas, desde que essas redes foram descobertas por uma sonda espacial, em 1971, tem debatido cientistas se elas teriam Sido Criadas por erosão provocada por água na superfície - o que sugere um clima chuvoso - ou por erosão caused por Águas Subterrâneas - o que indicaria um clima mais frio e seco.

O novo mapeamento permitiu também aos pesquisadores Verificar que há semelhanças entre uma densidade das redes de vales da Terra com a de algumas Regiões de Marte, o que seria um indicio de erosão provocada por chuvas.

A superfície de Marte é Caracterizada por Plains localizadas principalmente no hemisfério norte e por montanhas mais Concentradas Sul não.

Segundo os cientistas, esta topografia mostra que a água se acumularia norte não.
"Um planeta com apenas um grande oceano teria um clima árido do tipo continental Na maioria de suas superfícies de terra", disse Luo.

Os resultados do estudo foram publicados na revista especializada Journal of Geophysical Research - Planets.


Por BBC, BBC Brasil

Atualizado: 24/11/2009 9:57


Clima faz vegetação da Amazônia subir os Andes, diz estudo


"Amazônia"



As mudanças climáticas parecem estar levando árvores típicas da Floresta Amazônica e doenças antes limitadas uma Regiões mais baixas a subir as encostas dos Andes, no sudeste do Peru.

As plantas sobem uma uma taxa média de 25 metros por década de acordo com uma pesquisa da Universidade britânica de Oxford, coordenada pelo professor Yadvinder Malhi, diretor do Centro de Florestas Tropicais.

Ao mesmo tempo, algumas Autoridades sanitárias peruanas afirmam ter constatado um Aumento sem número de casos de malária, dengue e altitudes em bartonellose em que as doenças não eram comuns, ea taxa de mortalidade das doenças nestas "novas" áreas é de 30%.

Entre as plantas, 37 das 115 espécies identificadas de vegetação na região amazônica estão subindo ainda mais rapidamente, um ano uma taxa de 3,78 metros por.
"A Amazônia está se aquecendo rapidamente, e uma para Garantir sua sobrevivência, começaram algumas espécies já a migrar para cima", disse Malhi à BBC.

Na altitude

A área estudada fica entre a floresta amazônica próxima a Puerto Maldonado, no Peru, e os bosques a cerca de 3,45 mil metros de altitude, nos arredores da Reserva Biológica de Wayquecha.

Os estudiosos realizaram um levantamento inicial em 2003, repetindo-o em 2007.
"A Cyathea, uma árvore de samambaia, é o gênero que mais migrou, migraram mas também outros, como o Hedyosmum, Clethra, Clusia, Schlefflera, Miconia e Virola", disse a pesquisadora Natividad Rauran Quisiyupanqui, que Integra a equipe no Peru.

A migração teria também afetado mosquitos portadores de doenças. O médico Manuel Montoya, chefe do Serviço de Doenças Infecciosas do Hospital Regional de Cuzco, a mais de 3,3 mil metros de altitude no Peru, não tem dúvidas de que há uma relação com a mudança climática.

"Começamos um notar essas mudanças com mais força a partir de 98, com o fenômeno do El Niño. A partir de então, começamos a ver uma espécie de ruptura e uma mudança ecológica nas enfermidades", afirmou.
No entanto, também há vários estudos que questionam uma relação direta entre mudança climática e distribuição geográfica de doenças.

Para a especialista em Epidemiologia Ambiental da Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres, Sari Kovats, PROVAM faltam científicas que indiquem uma maior incidência de doenças tropicais nos Andes provocadas por um aumento de temperaturas.

Lenta Escalada

No caso das plantas, uma relação direta parece ser, mas os cientistas descobriram que uma velocidade de migração das plantas não acompanha as estimativas de aquecimento, conservadores que variam entre 2 º C nos próximos cem anos a até 4 º C ou 5 º C.
"As árvores estão avançando em média 25 metros por década. Largo É um passo, mas se fosse Manter o ritmo das mudanças climáticas, a dobrar Deveria velocidade", afirmou Malhi.

Além disso, uma Estratégia de migração não é tão eficiente para todos os gêneros e espécies. Ela depende de como as sementes são dispersadas. Aquelas dispersadas por aves ou pelo vento pueden chegar mais longe, mas que dependem de animais que mais pueden correr riscos.

Para os cientistas, no entanto, um dos principais obstáculos é o fator humano. Para que a POSSAM plantas, seria um corredor natural Necessário para que elas se dispersassem.

De acordo com o estudioso Timothy J. Killeen, entretanto, aos pés dos Andes há petróleo ", biocombustíveis, pessoas com fome em busca de terras para cultivar, além de homens ambiciosos que querem se encher de dinheiro com o ouro depositado durante milhões de anos nos sedimentos aluviais da Amazônia ".

'Fim de espécies'

Killeen o autor do livro é uma tempestade perfeita na Selva Amazônica (Uma Tempestade Perfeita na Amazônia Selvagem, ameaçam em tradução livre), que debate as mudanças que a biodiversidade na região amazônica.

Mas, na opinião dos cientistas, mesmo que se POSSA "auxiliar" na migração das espécies acima dos Andes, existem limites naturais Migração para tal.
Ou seja, Independentemente do que POSSA ser feito ", como comunidades de plantas como a conhecemos hoje não Existirão futuro não. Serão destruídas e veremos novas comunidades como resultado da adaptação de cada espécie", afirmou Malhi.

Enquanto plantas, doenças e mosquitos parecem estar subindo os Andes, todo ano, Milhares de pessoas descem na estação seca rumo à Amazônia peruana.
O destino final de diversas delas é o garimpo. A atividade muitas vezes visto Garantir o sustento de famílias acuadas pela falta de oportunidades em cidades mais altas, como Puno, Cuzco e Arequipa, mas é uma das principais causa dos desmatamento na região.

O desmatamento na Amazônia é tido como uma das principais causas do aquecimento global, que, por sua vez, estaria levando um e vegetação como acima Andes doenças.




"Garimpo"

Garimpo

Para explorar o ouro, os garimpeiros dragam trechos de rios e lagos, revolvendo e destruindo o solo de praias e florestas.

No passo seguinte, ao separar o ouro da areia, eles usam mercúrio, que por sua vez contamina o solo, a atmosfera ea água.

"O problema está crescendo de forma exponencial, porque não tem havido controle do Estado", afirmou Carlos Nieto, chefe da Reserva Nacional de Tambopata, um parque nacional próximo de áreas de garimpo.

Organizações não-governamentais que resultados obtêm em Puerto Maldonado, uma região da capital, afirmam que cerca de 30mil pessoas resultados obtêm informalmente no garimpo.

O Ministério do Meio Ambiente admite que das 2,8 mil Concessões de exploração existentes na região, apenas 16 apresentaram estudos de impacto ambiental.

Na tentativa de brecar este crescimento desordenado, os Ministérios do Meio Ambiente e das Minas e Energia suspenderam uma Concessão de Licenças por dois anos.

O próprio ministro do Meio Ambiente, Antonio Brack, classificou uma mineradora atividade informal de "câncer" Reconheceu que "é um dos maiores problemas ambientais do país".

Fonte:

Por BBC, BBC Brasil,

Atualizado: 26/11/2009 7:01



Dia da baiana é comemorado com festa em Salvador

Dia das Baianas é comemorado em Salvador no dia 25 de novembro e é festejado!


Roupa tradicional das baianas inclui até 16 peças.
Em Salvador, são mais de 4 mil que vendem acarajé e recepcionam turista.

O dia das baianas é comemorado nesta quarta-feira (25). Em Salvador, o Pelourinho está em festa. E o "Jornal Hoje" mostra o que está debaixo de toda a simpatia que as baianas têm. Ao todo, o figurino completo chega a ter 16 peças.

Baiana fiel à tradição não leva menos de meia hora para se vestir. Por cima da calça, vão sete anáguas, peças que dão volume à vestimenta. Depois aparece o forro, a saia e a bata. A baiana Jacilene Monteiro diz que o é importante ter volume na saia. "Nos sentimos bem dando uma linda rodada", afirma.

Por cima, elas usam uma blusa que chamam de camisu, e mais uma bata. Na cabeça, o ojá ou turbante. Colares, pulseiras e, por último, o pano da costa. Jacilene diz que seu peso aumenta mais de dez quilos com a roupa. E mesmo no calor, elas aguentam toda a vestimenta.

Na capital baiana, são mais de 4 mil baianas que trabalham vendendo acarajé e recepcionando turistas. O dia delas foi criado há 20 anos no estado, para homenagear este símbolo da cultura nacional, e abre o calendário de festas da Bahia.

A maioria das baianas é do candomblé, mas não deixa de participar da missa com elementos da cultura afro, que já faz parte das comemorações do dia dedicado a essas mulheres tão especiais. A festa teve ainda um cortejo pelas ruas do Centro Histórico.


Baiana, em homenagem às vendedoras de acarajé, uma cultura que perdura há quase 300 anos. Centenas delas lotaram a Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, no Pelourinho, para agradecer mais um ano de luta e perseverança.

Depois acontecem as celebrações da 36ª edição do Dia do Samba, que será comemorado no dia 2 de dezembro. A programação começa hoje (dia 27), no Palácio Rio Branco, com o ciclo de debates "Samba, Tradição e Modernidade".

"A proposta é promover uma grande discussão e reflexão sobre as origens, a importância e as perspectivas do samba na Bahia e no Brasil", afirmou Edil Pacheco, sambista e um dos responsáveis pelo evento, que terá seu ponto alto no domingo, dia 2de dezembro.

O Dia do Samba foi instituído pela Câmara Municipal do Salvador nos anos 40, como uma homenagem ao compositor Ary Barroso.

Este ano será comemorado no domingo, com um show a partir das 17 horas, na Praça Municipal, devendo reunir artistas como Gilberto Gil, Mariene de Castro, Neguinho da Beija-Flor, Luiz Melodia e D. Ivone Lara, entre outros nomes do samba no Brasil.

As festas populares de dezembro em Salvador seguem com a consagração a três santas católicas: Santa Bárbara, Nossa Senhora da Conceição e Santa Luzia.

G1.Globo.Com

25/11/09 - 13h48 - Atualizado em 25/11/09 - 14h24

www.bahiaemfoco.com/noticia/1623/

Vídeos:

1 - Informações do G1 - Jornal Hoje - Informações sobre as Baianas

2 - Homenagem de Jão Gilberto às Baianas





quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Japoneses dão exemplo contra os congestionamentos


Enquanto Autoridades do Brasil e da América Latina discutem no Rio soluções sustentáveis para o poluição e trânsito, os japoneses que adoram bicicleta fogem do congestionamento e cuidam do ambiente.

Um dia como esse parece péssimo para sair de bicicleta ... Não para Sabrina, brasileira que mora em Tóquio. Ela não iria deixar seu transporte preferido de lado por causa de uma chuvinha à toa.

"É bom, a gente vê uma cidade com mais calma", diz Sabrina Hellmeister, cantora.

É preciso ter cuidado para pedalar na calçada, mas nos cruzamentos a faixa dos ciclistas é bem marcada.

No caminho, Sabrina encontra dezenas de outros corajosos. O governo chegou a proibir o uso de guarda-chuva e bicicleta ao mesmo tempo, porque isso pode provocar acidentes. Alguns desrespeitam a lei, mas não deixam de pedalar.

Vinte minutos depois, Sabrina já está em casa. "Eles andam muito de bicicleta, eu acho muito legal, e eu acho que faria falta para mim se eu deixasse o Japão", comenta,.

Quando o tempo está bom, o número ciclistas aumenta. O Japão é o terceiro maior número de pais com bicicletas, só perde para Estados Unidos e China, que tem populações bem maiores.

Mães carregam seus filhos de bicicleta, com todo o equipamento de segurança Necessário para Proteger as crianças.

Pedalar elegante também pode ser. Para os japoneses, combina com qualquer roupa ou sapato, até com terno e gravata. Um rapaz disse que não tem carro e não gosta de dirigir em Tóquio. De vez em quando pega o metrô, mas gosta mesmo é de andar de bicicleta.

Pedalar de salto alto? As japonesas estão acostumadas e charme fazem isso com muito. "Para mim não tem problema nenhum", diz uma menina. "É como pedalar usando tênis", afirma.

Tóquio não tem ciclovias porque as ruas são estreitas. Apesar disso, tudo é feito Para facilitar a vida dos ciclistas. Em toda a cidade, há estacionamentos. Um deles aqui fica ao lado de uma estação do Metrô. As pessoas vão até um determinado local de bicicleta e seguem para o trabalho de trem. O carro fica em casa.

Uma israelense passou a usar bicicleta quando se mudou para Tóquio. É muito conveniente e fácil. Muita gente anda e todo mundo Respeita os ciclistas.

Com as bicicletas eo transporte público eficiente, tem engarrafamentos Tóquio Dificilmente, apesar de ter uma população maior do que a de São Paulo.

E os moradores do Japão estão entre os mais magros, saudáveis e os que mais longa vida tem nenhum planeta. Um dos motivos, exercício fazem que é, nem que seja no caminho entre a casa eo trabalho.

Roberto Kovalick - Tóquio

25/11/09 - 13h48 - Atualizado em 25/11/09 - 15h42

Site G1



Índios interditam balsa que liga Brasil ao Paraguai

Houve congestionamento nos dois Países.
Grupo de 100 indígenas ocupou posto da Receita, em Guaíra (PR).


Um grupo de aproximadamente 100 índios da Aldeia Tekoá Marangatu interditou o acesso à balsa que liga o Brasil ao Paraguai. Segundo a Polícia Federal (PF), os Manifestantes ocuparam o posto da Receita Federal na aduana de Porto Sete Quedas, em Guaíra (PR), na manhã desta quinta-feira (29).

Houve grande congestionamento nos dois lados do Rio Paraná, principalmente de caminhões, que fazem o transporte de cargas entre os dois Países. Segundo a PF, os índios ocuparam o Posto da Aduana da Receita Federal localizada no Porto Sete Quedas, em Guaíra (PR).





Os índios protestaram contra a falta de atendimento médico, Melhoria Nas condições de higiene, alimentação e educação. Eels pediram ajuda também na reconstrução de moradias destruídas pelas últimas chuvas na região.

Movimento contou com uma participação de aproximadamente 100 indígenas, que interditaram o acesso à balsa que liga o Brasil ao Paraguai (Foto: Divulgação / PF)

Polícia Federal foi acionada para atuar sem protesto promovido por índios da Aldeia Tekoá Marangatu, que Habitam área próxima à divisa do Paraná com o Paraguai


(Foto: Divulgação / PF)

Do G1 - São Paulo

29/10/09 - 19h05 - Atualizado em 29/10/09 - 19h09





Calor e falta de chuvas matam peixes em rios no Amazonas


Seca na região do rio Manaquiri, afluente do Solimões, gera desoxigenação da água e morte
dos peixes. O rio circunda a cidade de Manaquiri, no Amazonas. (Foto: Bruno Kelly/A
Crítica/Agência Estado


Seca causa morte de milhares de peixes em rio do Amazonas
Rio Manaquiri, afluente do Solimões, circunda cidade de mesmo nome.
Morte dos peixes é consequência da desoxigenação da água.

14 mil ribeirinhos foram atingidos e prefeitura suspendeu aulas.
Mortandade de peixes causa cheiro forte e deixa água contaminada.
O sol forte e a falta de chuvas provocaram a morte milhares de peixes nos afluentes dos grandes rios da Amazônia.

Centenas de toneladas de peixes mortes aparecem por 40 quilômetros do Rio Manaquiri. Na região, já são 200 quilômetros de rios e igarapés atingidos. Em alguns lugares, não dá para ver a água.

O fenômeno natural foi causado pelo aumento da temperatura nos afluentes do Rio Solimões. Sem água corrente, chuva e nuvens para bloquear o sol, a água ficou muito quente. "O aumento da temperatura faz com que haja naturalmente uma diminuição do oxigênio disponível na água", disse o biólogo Efrem Ferreira.

Em Manaquiri (AM), já são 14 mil ribeirinhos atingidos. A prefeitura suspendeu as aulas de 2.600 crianças que dependem de barcos para chegar às escolas. Os alunos que continuam estudando levam "toalhinhas" que servem como máscaras.

Com tanto peixe morto, o cheiro é forte. Além de conviver com o odor e ficar sem os peixes, base da alimentação, os ribeirinhos ainda estão sem água para tomar banho, cozinhar e para beber. O rio que passa em frente às casas deles está contaminado pelos cardumes em decomposição.

E não há previsão de chuvas na região. Segundo os metereologistas, a situação só vai voltar ao normal em janeiro.

Fonte:

Do G1 com informações do "Jornal Hoje!

25/11/09 - 13h36 - Atualizado em 25/11/09 - 14h30


Vídeo:

Falta de chuvas e calor provocam a morte de milhões de peixes no Amazonas

A cena se repete em todos os 40 quilômetros do rio Manaquiri: são centenas de toneladas de peixes mortos. Em alguns lugares, o cheiro é tão forte que provocou a suspensão das aulas.





Jardim Botânico -de Porto Alegre


Jardins Botânicos são áreas protegidas, constituídas, no seu todo ou em parte, por coleções de plantas vivas cientificamente reconhecidas, organizadas, documentadas e identificadas, com Finalidade de um estudo, pesquisa e documentação da flora regional, acessível ao público, servindo à educação, à cultura, ao lazer e à conservação do meio ambiente.

O Jardim Botânico de Porto Alegre foi aberto ao público em 1958 com uma exposição das primeiras coleções de palmeiras, coníferas, cactáceas, agaváceas e liliáceas. A partir de 1974 foram Criadas Coleções Botânicas de espécies arbóreas (arboreto) organizadas por formações florestais, Botânicas famílias e grupos temáticos. Possui uma área de 39 ha.

Atualmente, é considerado um dos cinco maiores jardins botânicos do Brasil Devido a diversidade das coleções de plantas, qualificação estrutural e capacitação do seu quadro técnico e operacional.

Missão Institucional

"Realizar uma conservação integrada da flora nativa e dos ecossistemas regionais, consolidando-se como centro de referência em educação, pesquisa, lazer e cultura, contribuindo para uma Melhoria da Qualidade de Vida".

Fonte:

http://www.fzb.rs.gov.br/jardimbotanico/

Vídeo: Zero Hora - RBS

http://mediacenter.clicrbs.com.br/templates/player.aspx?uf=1&contentID=33590&channel=49

`` O Jardim Botânico é um santuário porque é cercado''- Comentário de Paulo Sant'Ana

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Cultura - Dia da Consciência Negra




O Dia da Consciência Negra é celebrado em 20 de Novembro no Brasil E é dedicado à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira.

A data foi escolhida por coincidir com o dia da morte de Zumbi dos Palmares, em 1695. Apesar das várias dúvidas levantadas quanto ao caráter de Zumbi nos últimos anos (comprovou-se, por exemplo, que ele mantinha escravos particulares) o Dia da Consciência Negra procura ser uma data para se lembrar a resistência do negro à escravidão de forma geral, desde o primeiro transporte forçado de africanos para o solo brasileiro (1594).

Algumas entidades como o Movimento Negro (o maior do gênero no País Palestras) organizam e eventos educativos, visando principalmente crianças negras. Procura-se Evitar o desenvolvimento do auto-preconceito, ou seja, da inferiorização Perante uma sociedade.

Outros temas debatidos pela comunidade negra e que ganham evidência neste dia são: inserção do negro no mercado de trabalho, cotas universitárias, se há discriminação por parte da polícia, identificação de etnias, moda e beleza negra, etc

O dia é celebrado desde a década de 1960, embora só tenha ampliado seus eventos nos últimos anos, até então, o movimento negro precisava se contentar com o dia 13 de Maio, Abolição da Escravatura - comemoração que tem Sido rejeitada por enfatizar muitas vezes um "generosidade" da princesa Isabel, ou seja, ser uma atitude da Celebração de uma branca.

A semana dentro da qual está o dia 20 de novembro também recebe o nome de Semana da Consciência Negra.

Após 10 anos de discussão, Estatuto da Igualdade Racial DEVE virar lei

Meta de que lei fosse sancionada nesta sexta (20) não foi alcançada.Estatuto polêmicos temas dividem opiniões sem nenhum movimento negro.


Criado para ESTABELECER Diretrizes e Garantir direitos para uma população negra, o Estatuto da Igualdade Racial DEVE ter concluída uma votação no Senado ainda neste mês de novembro, segundo previsão do governo federal, e DEVE virar lei em 2009 após 10 anos do início das discussões sobre o tema.

Leia também: "Caminhada contra a desigualdade racial ainda é longa", diz ministro

O projeto de lei que cria o estatuto foi aprovado no dia último 9 de setembro (veja vídeo ao lado) em comissão da Câmara em caráter terminativo (sem passar pelo Plenário) e agora precisa ser aprovado no Senado antes de ir à Sanção presidencial e virar lei.

A previsão inicial do governo era de que o projeto fosse sancionado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta sexta-feira (20), Dia da Consciência Negra. De acordo com o ministro da Igualdade Racial, Edson Santos, embora não tenha uma meta cumprida Sido, ajudou um agilizar as discussões sobre o tema.

"Um expectativas tem gente que às vezes não se confirmam. Mas é importante ter definido uma meta, que mesmo não sendo cumprida, criou uma Possibilidade de o estatuto ser votado em plenário no mês de novembro ainda", disse o ministro em entrevista ao G1 .
COM A implementação dessa lei, o governo brasileiro espera CONTRIBUIR para o resgate das contribuição dos Povos negros nas áreas social, econômica e política ao longo da história do país.

A escolha dessa data não foi por acaso: em 20 de novembro de 1695, Zumbi - líder do Quilombo dos Palmares-foi morto em uma emboscada na Serra Dois Irmãos, em Pernambuco, após liderar uma resistência que culminou com o início da destruição do Quilombo Palmares.

Então, comemorar o Dia Nacional da Consciência Negra nessa data é uma forma de homenagear e Manter viva em nossa memória essa figura histórica. Não somente a imagem do líder, sua Importância como também na luta pela libertação dos escravos, concretizada em 1888.

Fonte:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Dia_da_Consci% C3% AAncia_Negra

Site G1 - 20/112009

Vídeo de Clara Nunes pra culminar com o "Canto das Três Raças"


sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Saturno exibe anel frio e monstruoso.


Poeira e um gelo uma temperatura de 193 º C abaixo de zero, esse anel de saturno está a 17,6 bilhões de quilômetros do planeta, e se extende por mais 11,8 bilhões de quilômetros.
.
A pouca emissão de calor foi suficiente para o que o Telescópio Espacial Spitzer detecta-se.

Na sua caberiam área de 1 milhão de planetas Terra. E Saturno é 9,4 vezes maior do que a Terra.
.
Fonte:
.
Dois vídeos Lindíssimos sobre o planeta mais lindo do Sistema Solar - "Saturno"
.
SATURNO 1 e II - Astronomy





Panorâmica da Via Láctea em 3.000 Fotos.

A Via Láctea em fotos 3 mil.


O criador da montagem viajou 42,000 quilômetros durante 22 meses para locais com céu escuro na África do Sul, Texas e Michigan.
.
O painel de Axel Mellinger, da Universidade Central de Michigan, estrelas mostra que precisavam ser mil vezes mais luminosas para poderem ser vistas pelo olho humano.
.
Evitar Para developtment na imagem final, Mellinger utilizou um modelo matemático em Centenas de horas em frente ao computador.
.
Para excluir uma imagem da luz de estrelas no fundo que não pertencem à Via Láctea, ele usou informações das sondas Pioneer 10 e 11.
.
A imagem tem 648 megapixels, e seu criador quer colocá-la Disponível em Planetários ao redor do globo.
.
.
Nosso Sistema Solar - L'infinito fascino del Sistema Solare


Arqueólogos amadores encontram maiores pegadas de dinossauro do mundo

Paleontólogos amadores encontram maiores pegadas de
dinossauro do mundo, confirmadas por especialistas

Uma dupla de caçadores amadores de fósseis da França descobriu o que se acredita serem as maiores pegadas de dinossauro já encontradas no mundo.
.
A descoberta de Marie-Helène Marcaud e Patrice Landry, no vilarejo de Plagne, perto de Lyon, em abril, foi confirmada na terça-feira (6) por pesquisadores do Centro Nacional de Pesquisa Científica (CNRS, na sigla em francês).
Raguet Hubert/CNRS Photothèque
.
Paleontólogos amadores encontram maiores pegadas de dinossauro do mundo, confirmadas por especialistas.
.
Segundo os cientistas, as pegadas se estendem por uma distância de centenas de metros e foram deixadas por saurópodes --herbívoros gigantes de pescoço comprido.
.
"Vamos fazer mais escavações nos próximos anos e esperamos que elas revelem que o sítio de Plagne é um dos maiores do tipo no mundo", disse Jean-Michel Mazin, pesquisador do CNRS.
.
Jurássico
.
Os cientistas informaram que as pegadas têm formas circulares com diâmetros que variam de 1,2 metro a 1,5 metro, o que significa que foram deixadas por animais de até 40 toneladas, e com mais de 25 metros de comprimento.
.
As bordas das pegadas têm um sedimento calcáreo, que data do período Jurássico (há cerca de 150 milhões de anos), quando a região era coberta por um mar morno e raso.
.
Apesar de o rastro ter sido deixado por animais gigantescos, eles não foram os maiores dinossauros já conhecidos.
.
Alguns cientistas acreditam que o Amphicoelias fragillimus, também da família dos saurópodes, pesavam até 122 toneladas e teriam de 40 a 60 metros de comprimento.

.FolhaOnline-BBC BRASIL

07/10/2009 - 09h08

Atualizada em 20 de novembro de 2009

'Invasão' de cobras gigantes ameaça fauna dos EUA, diz instituto

Esta sucuri é uma das espécies não-nativas Achadas na Flórida.
Foto: Skip Snow, National Park Service

O Instituto Geológico americano E.U. Geological Survey (USGS) está alertando para uma "invasão" de cobras gigantes que uma ameaça fauna nativa do país.
.

Um Relatório do USGS divulgado esta semana afirma que algumas Regiões americanas - como o sul da Flórida - estão sendo invadidas por dezenas de Milhares de pitons não nativas, que são uma ameaça séria à fauna americana.
.

O documento de 300 páginas afirma que nove espécies de cobras são um principal ameaça à região. Segundo os cientistas, os pássaros, mamíferos e répteis dos Everglades - uma região pantanosa da Flórida - Tiveram nunca de Enfrentar predadores tão grandes antes.
Algumas delas Têm seis metros de comprimento e pesam até 90 quilos.
.

Estimação
.

As espécies burmesa Píton e jibóia constritora já povoaram parte do sul da Flórida. A jibóia africana também estaria formando uma grande população na região.
Especialistas afirmam que muitas das Cobras gigantes não-nativas foram jogadas na região dos Everglades Próprios pelos donos dos animais, às que criavam como animais de estimação.
.

Algumas ficaram porque foram jogadas grandes demais para Serem Criadas pelos donos. Outras teriam escapado das suas jaulas durante o furacão Andrew, de 1992.
.

Úmidos Os pântanos do Everglades são ideais para uma proliferação de cobras grandes, que pueden colocar até 100 ovos de uma vez só.
O instituto americano afirma que tem poucos recursos para Combater a rápida proliferação dos animais.
.

"Estas cedo amadurecem cobras, produzem grandes Quantidades de crias, Viajam longas distâncias E tem variadas dietas e Amplas que que com elas fazem POSSAM comer a maior parte dos pássaros e mamíferos nativos", diz o cientista Gordon Rodda, da USGS.
.

O Relatório diz que as cobras, além de perigosas para os demais animais, são também uma ameaça para as pessoas, apesar de ressaltar que isso é mais raro. A maior parte das Vítimas das Cobras São pessoas CRIAM QUE OS Animais em casa.
.

Além da Flórida, outros ecossistemas em outros Estados americanos, como o Texas, também estariam sob ameaça.

Cientistas implantaram um rádio para Monitorar uma Píton burmesa.
Foto: Lori Oberhofer, National Park Service

Ramos da Geografia



A Geografia Física
.
É uma Ciência da Terra (geociência) que estuda o clima, a vegetação e a fauna, o solo, os rios, os mares e oceanos, as paisagens e como tudo isso se formou e se distribuiu no espaço.
.
De uma forma mais geral, podemos dividir o objeto de estudo da Geografia Física em:
.
1 - litosfera
.
A litosfera (do grego λίθος [líthos] = "rocha" + σφαίρα [sfaíra] = "esfera") é a camada sólida mais externa do planeta Terra, constituída por rochas e solo. É também denominada como crosta terrestre.
.
2 - Hidrosfera
.
Hidrosfera (do grego ύδωρ [hydor] = "água" + σφαίρα [sphaira] = "esfera") é o conjunto de todas as águas do planeta, os quais formam uma camada descontínua sobre a superfície da Terra. Compreende todos os rios, lagos, lagoas e mares e todas as águas subterrâneas, bem como as águas marinhas e salobras, águas glaciais e lençóis de gelo, vapor de água, as quais correspondem a 71% de toda a superfície terrestre.
.
3- Atmosfera
.
A atmosfera (do grego ἀτμός [Atmos] = "vapor de água, vapor, ar" + σφαῖρα [sphaira] = "bola, esfera"), é uma camada de gazes que cobrem a superfície da Terra graças à ação da força gravitacional.
.
4- Pedosfera
.
O pedosfera é uma parte da geosfera e descreve a interface entre a atmosfera e a litosfera. É uma zona fronteiriça da superfície da Terra em que a litosfera, a hidrosfera, a atmosfera e a biosfera interagem entre si.
.
5- Biosfera
.
A biosfera é o conjunto de todos os ecossistemas terrestres, ou seja, é a zona onde se encontra vida na Terra. Nela encontramos todos os seres vivos, suas interrelações e suas interações com o meio físico (litosfera, atmosfera e hidrosfera).
.
Diversas disciplinas se enquadram em maior ou menor grau no que chamamos de Geografia Física, dentre as quais:
.
Biogeografia
.
É o estudo da distribuição da biodiversidade no espaço e no tempo. Investiga onde vivem os organismos e sua abundância. Procura descobrir não apenas quais espécies vivem em uma determinada época e onde elas vivem, mas também o porquê de ela viverem onde vivem e não viverem em outro(s) lugares. Geralmente é possível explicar esses padrões de distribuição das espécies com base em fatores históricos como especiação, extinção, deriva continental,glaciação e captura fluvial.
.
Geografia física - Biogeografia, Climatologia, Geomorfologia, Hidrografia, Geografia ambiental, Paleogeografia, Geografia, Astronômica.
.
Áreas de Suporte -
Cartografia, Toponímia, Sensoriamento Remoto, Sistema de Informação Geográfica (SIG), Geologia, Pedologia, Glaciologia, Hidrografia, Oceanografia, Meteorologia, Antropologia Sociologia, Filosofia e Estatística.

Continentes
.
Antártica, África-Eurásia, América, Austrália, África, Eurásia, América do
Norte, Oceania, Europa,Ásia, América do Sul.
.
Geológicos : GondwanaLaurásiaPangéiaRodínia
.

África: África Central, África Oriental, Grandes Lagos Africanos, Guiné, África Setentrional, Maghreb, Noroeste da África, Saara, África Meridional, Subsaariana e África Ocidental.
.
Americas: Mesoamérica, América Setentrional, América Média, América Anglo-Saxônica, América Latina, América Espanhola, América Portuguesa, América do Norte, Grandes Lagos, América Central, América Central Continental, Caribe Pequenas Antilhas Grandes Antilhas América do Sul Andes Bacia do Prata Cone Sul, Guianas, Norte Sul-Americano, Caribe Sul-Americano.
.
Eurásia: Anatólia, Península Arábica, Ásia Ásia Central, Ásia Oriental, Ásia Setentrional, Balcãs, Báltico, Benelux, Cáucaso, Escandinávia, Fino-Escandinávia, Europa nórdica, Europa celta, Europa latina, Europa eslava, Europa germânica, Europa, Europa Central, Europa Ocidental, Europa Oriental, Europa Setentrional, Ilhas Britânicas, Mediterrâneo, Oriente Médio, Subcontinente indiano, Sul da Ásia, Sudeste Asiático e Sudoeste Asiático.
.
Oceania: Australásia, Melanésia, Micronésia e Polinésia.
.
Pólos:
Ártico e Antártica




Geografia humana
.
É uma ciência humana que se consagra ao estudo e a descrição da interação entre a sociedade e o espaço. Ela ajuda o homem a entender o espaço em que vive. Pode-se compreender o objeto da geografia humana como sendo a leitura crítica das percepções e transformações humanas sobre o espaço que a compreende, no transcorrer do tempo, assim como a incidência do espaço sobre a sociedade bem como o estudo do homem em que vivemos nos sentido da relação do homem com o espaço, o homem espacializado.
.
Teoria e Metodologia em Geografia Humana/Epistemologia da Geografia Humana
.
Dentro de cada campo da geografia humana se pode utilizar diferentes abordagens filosóficas para a pesquisa; por isto um geógrafo humano pode ser um geógrafo urbano marxista ou um geógrafo urbano feminista etc. Tais abordagens são:
.
Geografia do comportamento , Geografia crítica, Geografia feminista,Geografia marxista .

Uma grande pergunta na geografia humana é se existe uma unidade básica de estudos (ou escala "geral") para estudar/analisar o espaço), e quál seja esta unidade. A pergunta é cómo delimitar o espaço para que a sua análise seja mais fácil? Exemplos de escalas básicas de geografia humana podem ser:

Habitat, Local; Lugar; Meio (meio ambiente, meio cultural,...); Paisagem( campo visual)

A região é uma unidade de estudo tradicional (geografia regional francesa, Roger Brunet);
A "região" contém uma idéia de homogeneidade (por exemplo a região amazônica está principalmente coberta por mata); a região como unidade básica nos estudos da geografia humana foi criticada por Pierre Bourdieu na sua obra Poder simbólico;
Território: o território sendo uma área de jurisdição duma autoridade (no caso do Brasil por exemplo município, estado e federação; o território contém a conceição tradicional de poder (geografia política); o território e é uma construção militar, jurídica e ideológica; o "fora do território" se chama extraterritorialidade ou territorios em disputa; o território é uma escala fundamental;Urbano.

Método
Como em todas as ciências, na geografia humana se utiliza métodos e conceitos que servem para soster teorias.

Segundo Ron Johnston, existem três grupos de métodos na geografia humana: o "positivista", o "humanistico-hermeneutico", e o "estrutural".

Outros métodos em geografia podem ser (lista não exaustiva):
.

método estruturalista; fenomenológico; funcionalista; marxista; neopositivista; teoria de sistemas.

Campos da geografia humana
.
Como a geografia humana estuda a própria sociedade através do espaço (ou a espacialidade da vida social), as dimensões do estudo da geografia humana são as dimensões básicas da sociedade, ou seja a dimensão económica, a dimensão política, e a dimensão cultural da sociedade, entre outras coisas; resultam a geografia económica, a geografia política, e a geografia cultural, entre outros campos da geografia humana:

Geografia econômica, Economia, Geografia cultural, Antropologia, Geografia social, Sociologia, Geografia histórica, História, Geografia rural agronomia, Geografia ambiental Estudos ambientais, Geografia médica,Medicina e Saúde, Geografia política e Geopolítica, Ciencia política, Geografia estratégica, Geoestrategia, Urbanismo, Arquitectura, Ecologia humana, Geografía humana.

Geógrafos Importantes na Geografia Humana

Carl Ritter (1779 – 1859); Paul Vidal de la Blache (1845 - 1918) - Fundador da Escola Francesa de Geoploítica e possibilismo; Halford John Mackinder (1861 – 1947);

Carl O. Sauer (1889 – 1975) - Crítico do determinismo ambiental; Walter Christaller (1893 – 1969); Richard Hartshorne (1899 – 1992);

Torsten Hägerstrand (1916 - 2004); Waldo R. Tobler (*1930); David Harvey (*1935); Edward Soja (*1941); Doreen Massey (*1944); Nigel Thrift (*1949).

Milton SantosRitter (1779 – 1859); Paul Vidal de la Blache (1845 - 1918) - Fundador da Escola Francesa de Geoploítica e possibilismo; Sir Halford John Mackinder (1861 – 1947).

Fonte:http://pt.wikipedia.org/wiki/Geografia_humana

http://pt.wikiversity.org/wiki/Portal:Geografia

http://vestibular.wikidot.com/a:subdivisoes-da-geografia

Vídeo: Geografia: Geopolítica - Web Sapiens (Prof. Toid) -

Geopólitica é uma disciplina das Ciências Humanas que mescla a Teoria Política à Geografia, considerando o papel político internacional que as nações desempenham em função de suas características geográficas — como localização, território, posse de recursos naturais, contingente populacional, etc...É o estudo da estratégia, da manipulação, da ação.

Estuda o Estado enquanto organismo geográfico, ou seja, é o estudo da relação intrínseca entre a geografia e o poder.
Método de análise que utiliza os conhecimentos da geografia física e humana para orientar a ação política do Estado.Vídeo sem fins lucrativos, apenas educativos.www.professortoid.blogspot.com