quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Dia da baiana é comemorado com festa em Salvador

Dia das Baianas é comemorado em Salvador no dia 25 de novembro e é festejado!


Roupa tradicional das baianas inclui até 16 peças.
Em Salvador, são mais de 4 mil que vendem acarajé e recepcionam turista.

O dia das baianas é comemorado nesta quarta-feira (25). Em Salvador, o Pelourinho está em festa. E o "Jornal Hoje" mostra o que está debaixo de toda a simpatia que as baianas têm. Ao todo, o figurino completo chega a ter 16 peças.

Baiana fiel à tradição não leva menos de meia hora para se vestir. Por cima da calça, vão sete anáguas, peças que dão volume à vestimenta. Depois aparece o forro, a saia e a bata. A baiana Jacilene Monteiro diz que o é importante ter volume na saia. "Nos sentimos bem dando uma linda rodada", afirma.

Por cima, elas usam uma blusa que chamam de camisu, e mais uma bata. Na cabeça, o ojá ou turbante. Colares, pulseiras e, por último, o pano da costa. Jacilene diz que seu peso aumenta mais de dez quilos com a roupa. E mesmo no calor, elas aguentam toda a vestimenta.

Na capital baiana, são mais de 4 mil baianas que trabalham vendendo acarajé e recepcionando turistas. O dia delas foi criado há 20 anos no estado, para homenagear este símbolo da cultura nacional, e abre o calendário de festas da Bahia.

A maioria das baianas é do candomblé, mas não deixa de participar da missa com elementos da cultura afro, que já faz parte das comemorações do dia dedicado a essas mulheres tão especiais. A festa teve ainda um cortejo pelas ruas do Centro Histórico.


Baiana, em homenagem às vendedoras de acarajé, uma cultura que perdura há quase 300 anos. Centenas delas lotaram a Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, no Pelourinho, para agradecer mais um ano de luta e perseverança.

Depois acontecem as celebrações da 36ª edição do Dia do Samba, que será comemorado no dia 2 de dezembro. A programação começa hoje (dia 27), no Palácio Rio Branco, com o ciclo de debates "Samba, Tradição e Modernidade".

"A proposta é promover uma grande discussão e reflexão sobre as origens, a importância e as perspectivas do samba na Bahia e no Brasil", afirmou Edil Pacheco, sambista e um dos responsáveis pelo evento, que terá seu ponto alto no domingo, dia 2de dezembro.

O Dia do Samba foi instituído pela Câmara Municipal do Salvador nos anos 40, como uma homenagem ao compositor Ary Barroso.

Este ano será comemorado no domingo, com um show a partir das 17 horas, na Praça Municipal, devendo reunir artistas como Gilberto Gil, Mariene de Castro, Neguinho da Beija-Flor, Luiz Melodia e D. Ivone Lara, entre outros nomes do samba no Brasil.

As festas populares de dezembro em Salvador seguem com a consagração a três santas católicas: Santa Bárbara, Nossa Senhora da Conceição e Santa Luzia.

G1.Globo.Com

25/11/09 - 13h48 - Atualizado em 25/11/09 - 14h24

www.bahiaemfoco.com/noticia/1623/

Vídeos:

1 - Informações do G1 - Jornal Hoje - Informações sobre as Baianas

2 - Homenagem de Jão Gilberto às Baianas





4 comentários:

manuel disse...

Oi querida Mazé! essa linda rodada com tanta peças de roupa das Baianas tambem pode servir para esconder o seu companheiro e agasalhar-lo do sol da chuva e do frio porque a temperatura nesses sitios pasarà dos 30°mas que bom. Mazé depois da brincadeira queria te dizer: é bom que essas tradiçoes continu-em que estes dias como o dia da Baiana se festegem porque a festa é sinonimo de alegria e essa mesma alegria é que nos faz disfrutar nos faz viver e amar.Beijos e abraços

Mazé Silva disse...

Olá meu amigo Manuel!

Que coisa boa você de volta no nosso Elo Geográfico!

As tradições devem mesmo ser lembradas, para que não fiquem no rol do esquecimento. E é como falas Manuel, elas trazem alegrias com suas vestimentas belíssimas. que até servem para esconder tantas coisas! Eheheheheheh.

Imagino o peso e o calor, com aqula vestimenta toda!

Abraços e beijos meu amigo querido!

Mazé Silva

Armindo Guimarães disse...

Olá, Mazé!

Muito interessante este post sobre o Dia da Baiana.

Através do Elo tenho aprendido muita coisa.

Continua!

Abração

Mazé Silva disse...

Oi meu amiguinho querido!

A sua presença enaltece o nosso Elo Geográfico.

A Cultura negra, a cultura Baiana, tem muitas coisas interessantes que o Brasil admira, esse povo muito místico, com muitos valores e crenças a nos transmitir.

É bom saber que o blog tem levado algum ensinamento para o frequentadores.

Obrigada pelo incentivo sempre que me faz subir ao espaço sideral, diante da alegria por ti proporcionada.

Mil beijos meu amigo!

Mazé Silva