quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Fotógrafo registra 'poses' de animais selvagens

Fotógrafo britânico Nick Brandt inaugura em Paris que traz mostra "Retratos" de animais
Selvagens como se estivessem posando para as lentes.

As imagens da exposição A Shadow Falls ( "Uma Sombra Cai"), foram tiradas uma uma curta distância, sem o uso de lentes teleobjetivas e Propõem o mesmo estilo dos retratos de humanos feitos em estúdios fotográficos.

O artista mostra os animais de maneira poética, conferindo a eles uma imagem romântica e nostálgica, para alertar sobre o desaparecimento das espécies.

"Não fazemos o retrato de uma pessoa com uma Teleobjetiva, a 30 metros de distância, esperando mostrar um pouco de sua alma. Nos aproximamos dela", disse o fotógrafo nascido em Londres.

"Ao ficar tão perto deles, eu acabo TENDO UMA certa sensação de intimidade, uma conivência com o animal que está a minha frente. Tenho, por vezes, até a impressão de que eles estão fazendo uma pausa, como em um estúdio fotográfico", diz.

Livro

Brandt fotografou animais como leões, leopardos, rinocerontes, elefantes, gnus, girafas e zebras, normalmente com poses "serenas". As imagens, em preto e branco, mostram o céu com nuvens sempre.

As fotos da exposição A Shadow Falls, em cartaz na A. Galerie, Integram ainda o livro A África não Crespúsculo, recentemente lançado na França.
"Espero que vocês vejam que esses animais como eu os vejo, ou seja, não muito diferentes de nós", afirma.

O fotógrafo espera pelo momento exato, até ter uma sensação de que o animal está posando ", como este velho leão, em uma noite de tempestade, um ator que parece meditando sobre o passado no fim de sua carreira", diz Brandt sobre uma das imagens.

Girafas com pescoços entrelaçados, uma fêmea com seus filhotes leopardo descansando sobre um rochedo ou zebras olhando na mesma direção são alguns dos instantes captados pelo fotógrafo.


Carreira

Antes de iniciar sua carreira de fotógrafo na África, em 2000, Brandt realizou videoclipes para artistas famosos, como Michael Jackson e Moby.

Na avaliação de críticos internacionais, como fotos artísticas de Brandt são bem diferentes das tradicionais imagens de revistas publicadas em animais como um da National Geographic, que tem um visual mais voltado para o documentário.



Brandt diz ter percorrido pela primeira vez, em 1995, o trajeto de Nairobi um Arusha, no norte da Tanzânia, passando pelo sul do Quênia, no qual ele afirma ter visto girafas, gazelas, zebras, gnus e impalas.

Anos "Treze depois, refiz o mesmo percurso e, durante quatro horas de estrada, não vi nenhum animal selvagem. Eles não migraram para outro lugar, desapareceram eles", disse.

"Estas fotos são meu poema para um mundo que está desaparecendo tragicamente", afirmou,.

A mostra uma sombra cai pode ser vista até 15 de janeiro de 2010 em Paris.


Conclusão ( Mazé Silva)

.
De acordo com o que lemos da reportagem, podemos constatar que o fotógrafo fez quando as fotos, teve a intenção de alertar os humanos, para um Diminuição ou extinção das espécies, onde muitas estão desaparecendo, por descaso do homem devastação que pela sua ambição, A Natureza nas conseqüências sem pensar, desastrosas para o planeta e para própria humanidade.

Os grandes desmatamentos, as queimadas, obriga os animais a migrarem do seu ecossistema, para outros ambientes fugindo do seu habitat que foi destruído, em busca de abrigo, de alimentos ou em busca de sua sobrevivência. Os animais mais frágeis não resistem e morrem.

Está de parabéns o fotógrafo britânico Nick Brandt, que em Paris fará uma mostra de fotos de animais selvagens da África. As fotos também Integram o livro "A África não Crepúsculo, recentemente lançado na França.

Se o homem sem consciência e continuar degradando o Meio Ambiente de forma assustadora destruindo, como as florestas, devastando os ecossistemas, tudo isso por causa da ambição, do poder do capitalismo, outros por falta de informação, nem imaginam como conseqüências da destruição da fauna flora e da Necessariamente que faz parte do meio ambiente e que sem os mesmos haverá uma quebra na Cadeia Alimentar, levando ao desequilíbrio.

Digamos sempre não uma "Devastação do Planeta" sim sempre e, a preservação da Ecologia, alertando sempre Aqueles que estão cegos diante de uma realidade gritante.

MSN.COM


13/11/2009

Vídeo: Animais Selvagens - Selva Africana




8 comentários:

Armindo Guimarães disse...

Olá, Mazé!

Este post está muito interessante. Fotos espectaculares e o vídeo também.

Muito boa a tua conclusão.

Este blog promete!

Parabéns e...

... em frente!!!

Abraços

Glória disse...

Espetáculo!!!

manuel disse...

Olà querida Mazé!tambem adero em dizer que este teu post é um espectaculo; Beijos e abraços

Mazé Silva disse...

Oi meu amigo querido!

Que maravilha você por aqui fazendo elogios as minhas matérias!

Todo elogio que parte de uma pessoa como você, que eu sei é entendida, culta, e intelignte só me faz crescer como ser humano e com divulgadora dos assuntos relacionados ao Elo Geográfico.

E vai prometer mais ainda se você não deixar de vir aqui sempre! Ehehehehehehe

Beijos e abraços Mindo!

Da amiga e irmãzinha de fé!

Mazé Silva

Mazé Silva disse...

Olá minha amiga querida Glória!

Você sabe que eu adoro você, né miha nega!

E quando vens aqui eu fico muito feliz, pois é muito bom ver seu parecer sobre os postrs deixado aqui.

Um beijo enorme do fundo do meu coração!

Da sua amiga do peito!

Mazé Silva

Mazé Silva disse...

Meu amigo Manuel!

Gosto quando vens ao Elo Geogáfico, deixando tudo mais alegre com sua presença iluminada e de muita paz.

Um beijo grande da amiga!

Mazé Silva

Eneide disse...

Que lindo! Mazé! Fotos linidas!
Gostei de ver e também seu comentário. Parabéns! Voce acha coisa!!!!!
Abraço da mana

Mazé Silva disse...

Olá minha querida mana Eneide!

Fico tão contente quando você vem aqui, não imaginas o quanto!

Que bom você gostou do post, também os animais são lindos, é uma pena que estejam em extinção.

Não demores a vir aqui! Volte sempre minha irmã!

Beijos muitos, do fundo do meu coração.

Da mana que que muito te ama!

Mazé Silva