quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Nevascas continuam castigando a China

Nevascas continuam castigando a China

Camada de neve atingiu 30 centímetros na capital, Pequim.
Cidade deve encarar o pior frio em décadas, diz imprensa.

Da AFP, em Pequim

Mais de 3.500 escolas permaneceram fechadas e os transportes continuavam prejudicados no norte da China nesta segunda-feira (4) após dois dias de nevascas, com temperaturas de até 32 graus abaixo de zero.

Pequim acumulou até 30 cm de neve, assim como a cidade de Tianjin, durante o fim de semana, o que representa as nevascas mais intensas na região em 50 anos.

Em Pequim, a temperatura deve cair a 16 graus negativo, o frio mais rigoroso em décadas na capital, segundo o jornal "China Daily".

Turistas tiram fotos nesta segunda-feira (4) em parque coberto pela neve em Pequim,
capital chinesa. (Foto: AP)

Os voos com chegada e saída de Pequim seguiram prejudicados nesta segunda-feira, com mais de 100 atrasos e 20 cancelamentos. O tráfego nas estradas também se via dificultado pelo clima.

A neve também afeta a Coreia do Sul, provocando um caos no transporte aéreo e terrestre.

G1 - 04/01/10 - 08h18


Nenhum comentário: