segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Evangelho Diário - Arautos do Evangelho



Segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010.

SANTO DO DIA:
Cátedra de São Pedro; Santa Margarida de Cortona, penitente

Primeira Leitura: 1º Pedro 5, 1-4

Leitura da primeira carta de São Pedro:

1 Eis a exortação que dirijo aos anciãos que estão entre vós; porque sou ancião como eles, fui testemunha dos sofrimentos de Cristo e serei participante com eles daquela glória que se há de manifestar. 2Velai sobre o rebanho de Deus, que vos é confiado. Tende cuidado dele, não constrangidos, mas espontaneamente; não por amor de interesse sórdido, mas com dedicação; 3não como dominadores absolutos sobre as comunidades que vos são confiadas, mas como modelos do vosso rebanho. 4E, quando aparecer o supremo Pastor, recebereis a coroa imperecível de glória.

- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus

SALMO 22

O Senhor é o pastor que me conduz; não me falta coisa alguma. Pelos prados e campinas verdejantes ele me leva a descansar. Para as águas repousantes me caminha e restaura as minhas forças.

R: O Senhor é o pastor que me conduz, não me falta coisa alguma.

Ele me guia no caminho mais seguro, pela honra do seu nome. Mesmo que eu passe pelo vele tenebroso, nenhum mal eu temerei. Estais comigo com bastão e com cajado, eles me dão a segurança!

R: O Senhor é o pastor que me conduz, não me falta coisa alguma.

Preparais à minha frente uma mesa, bem à vista do inimigo; com óleo vós ungis minha cabeça, e o meu cálice transborda.

R: O Senhor é o pastor que me conduz, não me falta coisa alguma.

Felicidade e todo bem hão de seguir-me por toda a minha vida; e na casa do Senhor habitarei pelos tempos infinitos.

R: O Senhor é o pastor que me conduz, não me falta coisa alguma.


Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 16, 13-19

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, segundo São Mateus:

13Chegando ao território de Cesaréia de Filipe, Jesus perguntou a seus discípulos: No dizer do povo, quem é o Filho do Homem? 14Responderam: Uns dizem que é João Batista; outros, Elias; outros, Jeremias ou um dos profetas. 15Disse-lhes Jesus: E vós quem dizeis que eu sou? 16Simão Pedro respondeu: Tu és o Cristo, o Filho de Deus vivo! 17Jesus então lhe disse: Feliz és, Simão, filho de Jonas, porque não foi a carne nem o sangue que te revelou isto, mas meu Pai que está nos céus. 18E eu te declaro: tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja; as portas do inferno não prevalecerão contra ela. 19Eu te darei as chaves do Reino dos céus: tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus.

- Palavra da salvação.
- Glória a Vós, Senhor.

Comentário ao Evangelho do dia feito por Santo Agostinho (354-430)

Bispo de Hipona (África do Norte) e Doutor da Igreja
Sermão atribuído (a partir da trad. Bouchet, Lectionnaire, p. 399)

«Chamar-te-ás Pedro» (Jo 1, 42)

«Tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei a Minha Igreja.» Este nome, Pedro, foi-lhe dado porque ele foi o primeiro a criar, entre as nações, os fundamentos da fé, e porque ele é a rocha indestrutível sobre a qual assentam os pilares e o conjunto do edifício de Jesus Cristo. Foi pela sua fidelidade que lhe chamaram pedra, enquanto o Senhor recebe este mesmo nome pelo Seu poder, segundo a palavra de São Paulo: «Eles bebiam a água da pedra espiritual que os seguia, e esta Pedra é Jesus Cristo» (1Cor 10, 4). Sim, ele merecia partilhar o nome com Jesus Cristo, pois foi o apóstolo escolhido para ser o colaborador da Sua obra. Em conjunto, construiram o mesmo edifício. É Pedro quem planta, é o Senhor que dá o crescimento, é o Senhor que envia aqueles que deverão regar (cf 1Cor 3, 6ss.).

Vós sabeis, irmãos muito amados, que foi a partir das suas próprias faltas, no momento em que o seu Salvador sofria, que o bem-aventurado Pedro foi educado. Foi depois de ter negado o Senhor que ele se tornou o primeiro perante Ele.


Ao tornar-se mais fiel por chorar sobre a fé que tinha traído, recebeu uma graça ainda maior do que aquela que tinha perdido. Cristo confiou-lhe o Seu rebanho para que o conduzisse como o bom pastor e, ele que tinha sido tão fraco, tornou-se então o apoio de todos. Ele que, interrogado na sua fé, tinha sucumbido, precisava de confirmar os outros no fundamento inabalável da fé. E por isso que é chamado a pedra fundamental da piedade das Igrejas.

http://www.arautos.org/evangelio




video

Nenhum comentário: