quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Pelé pede paciência com Dunga e cuidado com a Argentina



Apesar de hesitar, Pelé acabou não resistindo e beijou a taça (Crédito: EFE)

Rei do Futebol entregou simbolicamente a Taça Fifa para o povo carioca

Pelé esteve no Rio de Janeiro para, simbolicamente, entregar a Taça da Copa do Mundo para a Cidade Maravilhosa. O objeto de desejo de todos os jogadores do planeta ficará na cidade até este domingo, indo para São Paulo em seguida.

PELÉ BEIJOU A TAÇA - CONFIRA UMA GALERIA DE FOTOS




Antes de se encontrar com o troféu, Pelé participou do lançamento de um livro de fotografias sobre seus 70 anos de idade - que serão completados no dia 23 de outubro.

Antes de assinar a primeira edição, o Rei brincou:

- Eu assino como Pelé ou como Édson? Muitos se esquecem do Édson, mas é ele que segura a barra do Pelé - afirmou.

Em seguida o Rei do Futebol pediu paciência com a Seleção Brasileira durante a Copa da África do Sul.

- Vamos deixar o Dunga trabalhar direito. A torcida é o 12º jogador e, se as coisas não saírem bem no início, devemos ter calma - ponderou.
Na hora de finalmente levantar a taça, o Pelé hesitou:

- Quem deve fazer isso é o capitão!

No entanto, o brilho dourado a oportunidade única, mesmo para quem está tão acostumado a levantar troféus, fizeram com que o Rei voltasse a ser o menino Édson, beijando carinhosamente a taça para delírios dos fotógrafos.

Ao eleger os favoritos`ao Mundial de 2010, o eterno camisa 10 do Santos lembrou que, na Copa do Mundo, camisa pesa, usando como exemplo a Argentina.

- São equipes experientes. A Argentina não foi bem (nas Eliminatórias), não se classificou como todos esperavam mas quando chega a Copa devemos respeitá-los. O mesmo acontece com a Itália, eles às vezes não jogam bem mas têm tradição - opinou.

Nenhum comentário: