domingo, 28 de março de 2010

Bênção, missas e procissões no Domingo de Ramos


Os cristãos católicos relembram, neste domingo, a entrada triunfal de Cristo em Jerusalém. É o Domingo de Ramos que dá início às celebrações da Semana Santa.

Acenando com ramos, a multidão o aclamava ``Rei dos judeus``, ``Hosana ao filho de Davi``. Foi saudando o ``Messias, o libertador``, que o povo recebeu Cristo em Jerusalém, esperançoso de libertação política e econômica imposta pelo governantes romanos. Essa passagem das Sagradas Escrituras é lembrada neste domingo, 28, celebrado pelos cristãos católicos como Domingo de Ramos.

É a abertura oficial dos ritos litúrgicos da Semana Santa. As paróquias da Arquidiocese de Fortaleza vão lembrar a data com procissões e missas pela manhã e à tarde. O arcebispo da Capital, dom José Antônio Aparecido Tosi Marques, vai participar da procissão que sairá às 8 horas da Igreja do Cristo Rei, na Aldeota, seguindo até a Catedral Metropolitana. Antes de iniciar a caminhada dos fiéis, dom José Antônio abençoará os ramos e, na Catedral, presidirá a concelebração eucarística com início previsto para as 9 horas.

``Neste Domingo, aclamamos Jesus como o Messias que vem realizar as promessas dos profetas e instaurar definitivamente o Reino do Deus da vida: justiça para os pobres e marginalizados; participação de todos nos bens e na construção da sociedade; convivência fraterna na partilha; paz entre as nações; diálogo aberto e sincero entre as culturas. Jesus é aclamado Rei e se entrega para a sua morte``, explica o padre Raimundo Nonato de Oliveira Neto.

Pároco da Igreja de São Vicente de Paulo, no bairro Dionísio Torres, ele lembra que no Domingo de Ramos, início da Semana Santa, proclamamos dois Evangelhos: o que se refere à festa dos judeus com a chegada de Cristo em Jerusalém e o que relata a Paixão de Jesus com o seu julgamento e condenação à morte na cruz.

O vice-presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Regional Nordeste I, dom José Haring (bispo de Limoeiro do Norte), ressalta ainda os três momentos da celebração deste domingo: a bênção dos ramos, a procissão (lembrando a chegada de Cristo a Jerusalém) e a Paixão. É a preparação para o momento da Páscoa.

Secretária da Paróquia de Nossa Senhora das Dores, no bairro Otávio Bonfim, Lúcia Maciel diz que não perde as celebrações da Semana Santa, a partir do Domingo de Ramos. Muitos viajam, saem da cidade para se divertir e esquecem das celebrações. Para mim é muito importante participar de todos os momentos``, disse.


PROGRAMAÇÃO

-Catedral Metropolitana (Centro) - 9 horas - chegada da procissão de ramos e concelebração eucarística presidida pelo arcebispo dom José Antônio.

-Paróquia de Nossa Senhora das Dores (Otávio Bonfim) - 6h30min, 17 horas e 19 horas - missas.

-N.S. de Fátima - 7h, 9h, meio-dia, 17h e 19h - missas dos ramos.

-Paróquia de N.S. de Nazaré (Montese) - 16h - Procissão e bênção. Missas às 8h, 16h30min, 18h e 19h30min.

Paróquia de São Vicente de Paulo - 8 horas & Bênção, procissão e missa. Outras missas: 11h30min, 17h30min e 19h30min.



Nenhum comentário: