sexta-feira, 12 de março de 2010

Como evitar choque de objetos com a Terra?


Como evitar choque de objetos com a Terra?

A primeira edição da Conferência de Defesa Planetária da Academia Internacional de Astronáutica será realizada de 27 a 30 de abril, em Granada, na Espanha. Entre os temas em discussão um chama a atenção: a preparação para o encontro com um asteroide.

Com 270 metros de diâmetro e peso de cerca de 20 milhões de toneladas, o asteróide Apophis passará próximo à Terra no dia 13 de abril de 2029. Segundo a Agência Espacial Europeia (ESA), mesmo que não ofereça perigo real, ele representa um tipo de objeto que pode ser encarado como uma ameaça futura.

A ameaça está na combinação de tamanho com imensa energia cinética. Se o Apophis se chocasse com a Terra, os resultados seriam catastróficos. Por conta disso, os cientistas reunidos na Espanha pretendem começar a usar a visita do asteroide para reunir conhecimentos que possam ser empregados em eventos semelhantes.

O principal objetivo é usar a oportunidade para entender melhor os objetos próximos da Terra (NEO, na sigla em inglês). Para isso estarão reunidos especialistas em astrometria, dinâmica orbital, caracterização física de asteroides e cometas, aerotermodinâmica, modelagem de impactos, projetistas de missões espaciais, engenheiros de sistemas e diversos outros, com a proposta de lançar um programa multidisciplinar para estudar o Apophis e os NEOs.

“Trata-se de um tema atraente para muitos pesquisadores, uma vez que em estudos a respeito de tais objetos – e em missões espaciais relacionadas a eles – são combinados diversos campos técnicos e científicos. Encontrar novas soluções ou aumentar o conhecimento sobre os NEOs exige muita criatividade. Estudar como evitar uma possível catástrofe em escala planetária é um grande desafio”, disse Andrés Gálvez, gerente do Programa de Estudos Gerais da ESA e um dos organizadores da conferência.

Para ampliar o interesse no tema, a ESA está organizando um concurso voltado a jovens pesquisadores. O desafio é apresentar propostas de pesquisa que tragam importante contribuição aos estudos de NEOs.

Uma boa reportagem para quem gosta de ufologia

Interspain.net-Interessante

Um comentário:

Mazé Silva disse...

Olá meu querido Mindo!

Estou gostando de ver você meu amigo português, interessado nos assuntos ligados a Asronomia, e essa matéria é super impotante que vai ser estudado nessa conferência que vai ter em abril na Espanha.

As agências especiais, logicamente devem preocupar-se com os possíveis acontecidos com a passagem do Asteroide.

Parabéns pela matéria, gostei muito.

Beijos e abraços!!!!

Mazé Silva