domingo, 7 de março de 2010

A Terra Fora do Eixo


Terremoto no Chile pode alterar duração dos dias e eixo da Terra, diz Nasa.

Pessoas tentam encontrar objetos após terremoto no Chile
O terremoto de 8,8 graus que deixou ao menos 723 mortos no Chile pode ter reduzido a duração dos dias na Terra, segundo a Nasa. O cientista Richard Gross analisou como a rotação do planeta pode ter mudado em consequência do forte tremor de sábado.

Usando um modelo complexo, ele chegou a um cálculo preliminar de que o sismo deve ter reduzido a duração de cada dia em 1,26 microsegundo (um microsegundo é um milionésimo de segundo).

Segundo os cálculos da Nasa, a alteração provocada pelo terremoto em um dos eixos da Terra foi mais impressionante: oito centímetros. Essa alteração se refere ao eixo em torno do qual a massa terrestre se equilibra, e não o eixo Norte-Sul.

Por comparação, Gross disse que o terremoto de 9,1 que atingiu a ilha indonésia de Sumatra em 2004 pode ter reduzido a duração dos dias na Terra em 6,8 microsegundos e alterado o eixo do planeta em sete centímetros.

De acordo com comunicado da agência espacial americana, embora o terremoto no Chile tenha sido um pouco mais fraco, seu impacto sobre o eixo da Terra pode ter sido maior por dois motivos.

Em primeiro lugar pois, ao contrário do tremor em Sumatra, localizado perto da linha do Equador, o do Chile aconteceu a latitudes mais baixas. Em segundo, a falha responsável pelo sismo chileno se aprofunda na Terra em um ângulo diferente daquela que causou o terremoto indonésio. O pesquisador disse que estas previsões podem mudar diante das novas informações que surgirem sobre o tremor no Chile.

Nenhum comentário: