segunda-feira, 8 de março de 2010

A VONTADE DE VIVER

Lúcia Regina Silva


Hoje, além de ser um dia dedicado a todas as mulheres do mundo, é também um dia especial, pois a pessoa de quem eu falo, é minha irmã Lúcia, que se estivesse entre nós faria aniversário nesse mês, no Dia 05 de Março, mas infelizmente ela não está mais aqui.

Dois anos passaram-se e a presença de minha irmã querida, agora deixou de comemorar conosco esta data tão importante. Só resta o vazio, a saudade da ausência de minha maninha Lúcia Regina, pela perda irreparável. Ela era a sexta filha dos doze filhos que formava a nossa família.

A vontade de viver era imensa, pois faltando um mês, de seu desaparecimento, ela tinha esperança de ficar boa, e como grande fã de Roberto Carlos, assim como eu, dizia que vinha à Fortaleza para assistir ao show do Rei comigo. Dizia ela que era melhor assistir comigo, pois eu era uma pessoa muito animada, de um astral muito bom e isso a fortalecia, para sentir-se estimulada para o show.


No Limoeiro do Norte, cidade onde nascemos, fomos criadas sempre juntas, seja na labuta do trabalho árduo da roça ou quando íamos para o colégio na cidade. Como morávamos em um lugar afastado da cidade há 7km, íamos de bicicleta pedalando contra o vento forte que soprava do Aracati, a cidade praiana mais próxima de Limoeiro.

Lúcia Regina,sempre foi mais calma do que eu e como ninguém podia comigo, isto é com minhas danações, ela ia reclamar pra nossa mãe. Apesar de sua timidez ela participava do grupo de jovens, jogava handball, participava de olimpíadas, e nas jogadas, os seus lances eram perfeitos, demonstrando um grande destaque na equipe pelos seus lindos gols.

Lembro que fizemos uma paródia para a nossa seleção e nela citava um trecho que falava o seguinte: “ Mais lindos são os gols de Lúcia “ ...... e uma parte que falava de mim onde na época chamavam-me de Marizete - “ Marizete não se troca por ninguém!!!!”. Todos estes eram momentos de alegria que nós compartilhávamos juntas e que eram inesquecíveis.

Sabemos que a nossa vida aqui na terra é passageira, mas ninguém aceita perder um ente querido, que convivemos e amamos muito. E Lúcia se foi sem ter alcançado todos os seus objetivos. Já cedo, muito nova, ela ficou doente e conviveu com essa doença o tempo inteiro ou por toda sua vida.

Sempre quando eu estava doente já perto do seu falecimento, ela frágil fisicamente, dava-me força e coragem, com frases, palavras, orações, para me fortificar. Menina frágil exteriormente mais forte em seu interior, otimista, vigorosa, espirituosa capaz de me fortalecer até quando falávamos ao telefone.

Lembro que faltando um mês para que Deus a levasse, ela me deu uma oração e disse: “ Mazé , pregue na porta do guarda-roupa, pra quando você abrir, já lê logo em seguida.”

Hoje o Dia Internacional da Mulher, dedico esse texto a você minha irmã, que sei estás com o nosso Ser Supremo, que a levou mesmo deixando-nos tristes, mas ele achou que sua missão aqui estava cumprida, embora pensássemos ao contrario. Esse mês jamais deixaremos de lembrar, que o Dia 05 de Março foi o dia em que você nasceu que você comemorou seu último aniversário com muita gente, muitos amigos, onde o nosso irmão Chico em Natal cidade em que você morava proporcionou essa grande alegria para você. sei que foi um grande dia “Os seus 50 Anos”. Eu não estava presente, mas pelas fotos pude ver a sua alegria, a sua felicidade, pois o brilho do seu olhar estava nítido em seus olhos.

Você se foi, mas sua lembrança jamais apagará em nossos corações e sabemos que você é uma estrelinha daquelas que brilha fortemente no firmamento e que seu brilho jamais ofuscará a sua grandeza de ser, da pessoa maravilhosa que você foi. Você daí nos olha com toda a sua força interior que você sempre teve e pode ter certeza que um dia nos encontraremos nesse lugar tão lindo onde estás, junto do Senhor! Nós não queríamos que você tivesse ido, mas o destino traçou assim e Deus confirmou a sua ida para a eternidade.

Minha irmã, onde você estiver, que sei é ao lado do Pai, nós estaremos aqui orando por você e lembrando eternamente, por todos os momentos que vivemos juntos. As vezes penso, que poderíamos, ter sido mais próximas, termos feito mais por você e que tivéssemos contribuido para a sua felicidade. Mesmo diante de tantos obstáculos que você enfrentou, eu sei que você era feliz, mas eu queria que você tivesse sido mais feliz ainda.

NÓS TE AMAMOS LÚCIA, PARA SEMPRE E JAMAIS IREMOS ESQUECER
!!!

De sua mana Mazé Silva

Em 08 de Março de 2010

13 comentários:

Anônimo disse...

Oi Mazé! Já ia dormir quando vi sua linda mensagem em homenagem à sua querida irmã Lúcia! Como você mesma falou, ela cumpriu a sua missão na terra destinada por Deus. Ela descansa em paz e com certeza olha por você e sua família, pedindo a Deus para superar os desafios dessa vida.Bjs! Zélia

Armindo Guimarães disse...

Olá, Mazé!

Muito bonita e ao mesmo tempo comovente a homenagem que prestaste à tua irmã Lúcia.

Já me tinhas falado dela e, na altura, a sensação que fiquei está bem espelhada neste tão belo texto que aqui publicaste.

Já me conheces e sabes muito bem que por natureza sou alegre e brincalhão, sempre bem disposto porque tristezas não pagas dividas. Porém, apesar disso, também sabes que a minha sensibilidade é tal que o que escreveste tocou-me no coração.

És um amor, Mazé! É por isso que eu gosto de ti. Muito!!!

Beijinhos do teu amigo Mindo

Mazé Silva disse...

Olá minha amiga Zélia!!!

Ô Zélia, obigada pela força, pelo carinho e por ter gostado do texto em homenagem a minha irmâ Lúcia, pelo Dia Internacional da Mulher.

Pela força que ela tinha, eu sei que ela está olhando mesmo por nós, por mim que sinto-me fragiizada, pois ela sempre gostou de me dar força e sei que contiuará fazendo sempre.

Beijos Zélia!

Da amiga de sempre!

Mazé Siva

Mazé Silva disse...

Oi meu querido amigo Armindo!

Queria ter a sua alegria, o seu humor,para poder mais facilmente, poder aceitar certas coisas, que muitas vezes levo à sério.

Que bom você gostou da homenagem que fiz pra Lúcia, mas é lamentável que homenagens como estas sempre nos deixa comovida.

Sei da sua sensibilidade, sempre observei e fazer um gajo chorar é preciso ser sensível e diante de algo triste ou desolador.

Bonitas foram suas palavras tão bem ditas e que sei o texto fez tocar o seu corção.

Beijos e abraços de sua amiga que também gosta imensamente de você!

Mazé Silva

Anônimo disse...

Oii Tia! Linda homenagem Tia Mazé!Nada mais justo do que homenagiar essa pessoa q foi tão boa irmã, filha e tia como Tia Lúcia!Uma guerreira q em nenhum momento se entregou e ñ se deixou fraquejar diante das adversidades!Com ctz ela esta descansando em paz ao lado de Deus e olhando por cada um de nós!Bjos!Rennyer!

Mazé Silva disse...

Olá meu sobrinho Rennyer!

Você tem razão que Lúcia foi uma guerreira, não fraquejou em momento algum. Com sua força de espírito, lutava contra a morte.

E nesta batalha ela continuou até pertinho de subir ao patamar supereior.

Beijos grande Rennyer!

Da sua tia,

Mazé Silva

Eneide disse...

Oi Mazé!
Voce me comoveu muito com esta mensagem sobre nossa querida mana, Lucia. É bem merecida esta homenagem a ela que foi um pessoa muito sensível ao outro. Lutou até o fim amando a vida. Aianda lamento não ter assistido seus últimos momentos mas Deus sabe o que faz. Esta foto que voce colocou eu olho todos os dias no meu quarto onde está exposta na estante. Me alegrou quando voce lembrou as partidas de jogos na nssa juventude, é muito bom lembrar estes momentos.Agradeçamos a Deus por ela. Esta mesma semana pedi a ela por voce.
Parabéns pela iniciativa.
Abraço da mana Eneide

Mazé Silva disse...

Minha querida irmã Eneide!!!

Acho que todos que leram se comoveram, imagine nós que somos irmã dela!

Eu também queria como você, ter estado presente nas últimas horas de sua vida.

Os momentos bons da vida a gente nunca esquece, e esse dos jogos onde ela na equipe fazia muitos gols, eu sempre vou lembrar. Aliás eu sou uma pessoa que não esqueço nenhum detalhe do que vivemos no Limoeiro, tudo está guardadinho na minha mente, como um computador.

Quem bom que pelo menos os momentos dos jogos te alegrou e saber que ela se foi em paz com todos e conformada que sabia que era chegada a sua hora.

Beijos de sua mana,

Mazé Silva

DinaRamos disse...

Oi Mazé!

Linda homengem a tua irmã!!!

Depois de tudo o que escreveste, fiquei sem palavras! Fiquei muito emocionada e cada dia te admiro e te compreendo mais. Não queria ser repetitiva, mas, como já te tinha dito, quem vem de uma família grande com muitos irmãos, saberá bem o que tu sentiste ao fazer essa homenagem a tua irmã.
Ela deve estar a rezar por ti, pedindo a Deus que te dê forças...

Beijos amiga

alda disse...

Olá Mazé querida vi agora a homenagem pra sua irmã,é lida e emocionante,é sempre muito triste ver partir alguem a que amamos muito,mas a vida é assim,eu sei o que custa já vi partir um filho com dez anos e nunca me conformei com tão grande perda mas é a vontade de Deus,beijo querida....

Mazé Silva disse...

Querida amiga Dina Ramos...!!!

Depois de tanto tempo que escrevi este texto, só hoje percebi que não tinha respondido ao seu comentário amiga portuguesa!!! Desculpa minha querida e a sua própria resposta ao que escrevi deixou-me também emocionada, pois suas palavras são lindas e verdadeiras, e é muito bom saber que tens essa admiração por mim...!!!

Tenho a certeza também que ela está orando por mim e por todos os irmãos e mãe que deixou, pois o nosso pai também está pertinho dela em um plano superior!!!

Eu também gosto muito de ti e fico mais do que agradecida pela sua grande força!!!

Muitos beijos e abraços pra ti e toda sua família...!!!!

Da amiga de sempre,

Mazé Silva!!!

Mazé Silva disse...

Olá minha amiga Alba...!!!!

Fiquei muito feliz menina, por teres lido e comentado a minha homenagem que fiz para minha irmã Lúcia e que nos deixou tantas saudades...!!!

É amiga perder quem amamos é muito duro e como você que perdeu seu filhinho, que é um pedaço de você, é muito duro, só Deus nos conforta e que só ele sabe o dia de nossa ida para a eternidade.!!!

Também desejo que Deus te conforte com sua força divina...
Obrigada minha querida e que Deus te abençoe sempre e a todos da família...!!!
Grande beijo da amiga,

Mazé silva!!!!

Anônimo disse...

Olá amiga!

Não te preocupes...sei como é, eu também nem sempre venho aqui visitar-te, porque muitas vezes apetece estar sozinha no meu canto e não é por isso que deixamos de gostar dos nossos amigos!

Beijos amiga e tudo de bom para ti

Dina Ramos