terça-feira, 27 de abril de 2010

Maior telescópio do mundo será construído no Chile


A organização europeia para a astronomia (ESO, na sigla em inglês) anunciou nesta segunda-feira ter escolhido o território chileno de Cerro Armazones para construir o maior telescópio do mundo, o European Extremely Large Telescope (E-ELT).


Cinco países - Espanha, Marrocos, África do Sul, Argentina e Chile - competiam para abrigar o telescópio óptico, com custo estimado em 1 bilhão de euros e que deverá ficar pronto em 2018, depois de sete anos de obras.

Muito esperado pela comunidade científica, o E-ELT terá um espelho sem precedentes, com diâmetro de 42 metros, que permitirá observar o universo e suas galáxias como nunca antes.

O telescópio será instalado no norte do Chile, a uma altitude de 3.060 metros no deserto de Atacama, segundo um comunicado da ESO, com sede em Munique (sul da Alemanha).

Entre os fatores que infuenciaram a decisão de escolher o local estão a qualidade da atmosfera e o custo da contrução, segundo o ESO.

O sítio chileno garante mais de 320 noites claras por ano, e o governo ofereceu, além disso, ao ESO, um amplo perímetro de terreno em torno da futura instalação científica, a fim de evitar qualquer tipo de poluição luminosa, no caso de eventuais assentamentos de minas na região, num futuro.

O E-ELT "será o maior olho do mundo dirigido para o céu" e "nos permitirá, talvez, mudar nossa percepção do universo como o fez o telescópio de Galileu há 400 anos", afirmou Tim de Zeeuw, diretor do ESO.

fc/lb/sd
Terra

Nenhum comentário: