sábado, 24 de abril de 2010

Novos instrumentos para ver o nascimento das estrelas


Astronomia Os espectrógrafos e câmaras de infravermelhos de nova geração LUCIFER 1, desenvolvidos por uma equipa de técnicos e engenheiros alemães, italianos e dos Estados Unidos, já estão operacionais no Large Binocular Telescope (LBT), um dos telescópios mais potentes do mundo, instalado em Mt. Graham, no Arizona.

O anúncio foi feito pelos três parceiros do LBT e aquelas inovações tecnológicas vão permitir agora aos astrónomos novas possibilidades de observação da Via Láctea e do universo. Uma dessas possibilidades, por exemplo, é a da visualização do nascimento de estrelas, segundo os responsáveis do telescópio. O LUCIFER 1 permite a recolha de imagens em grande detalhe e uma das suas vantagens é que está equipado com uma mão robotizada que imprime à sua utilização um extremo rigor.

Um segundo instrumento do mesmo género será ali instalado durante o próximo ano.

DN Ciência
24-04-2010

Nenhum comentário: