domingo, 23 de maio de 2010

Cientistas identificam as galáxias mais distantes da Terra

Conjunto já havia sido visto em 2006, mas os estudiosos não souberam dizer certamente
que se tratavam de galáxias


Galáxias se formaram há seis bilhões de anos e pesquisadores vão
estudar suas características para entender a formação do universo.
.Um aglomerado com galáxias de cerca de 10,2 bilhões de anos-luz (distância percorrida pela luz em um ano no vácuo), bateu um recorde e foi considerada por cientistas como as mais distantes da Terra já registradas.

A análise das galáxias foi feita com dados de telescópios óticos e infravermelhos e os especialistas, a partir desta descoberta, querem entender como o universo evoluiu, já que o conjunto se formou há seis bilhões de anos.

O aglomerado JKCS041 foi detectado pela primeira vez em 2006, mas os pesquisadores não tinham certeza de que realmente se tratava de um conjunto de galáxias e os aparelhos usados na análise não eram tão potentes.

Bem Maughan, da Universidade de Bristol, no Reino Unido, em entrevista ao Daily Mail, comparou o achado a uma descoberta importante do mundo animal.

Confira também
Comissão sugere que Nasa deixe de priorizar viagem à Lua

Novo foguete da Nasa para missões na Lua chega à plataforma de lançamento
..
- É animador porque é como se encontrássemos um fóssil de Tiranossauro Rex, que a espécie mais antiga já encontrada. Mas se você encontrar algum dinossauro mais antigo se começa a repensar a forma como esses bichos evoluíram. O mesmo vale a partir de agora para a cosmologia.

Outras pesquisas estão em andamento para buscar por novos conglomerados de galáxias.

Nenhum comentário: