sábado, 12 de junho de 2010

Astrônomos amadores ajudam Nasa a captar tempestade em Saturno


Astrônomos amadores ajudam Nasa a captar tempestade em Saturno
Agência pediu colaboração para conseguir identificar região onde tempestades estavam ocorrendo

por Redação Galileu

A seta indica o local da tempestade e as marcas vermelhas mostram de onde Casini conseguiu obter informações (Crédito: Nasa)Durante anos a NASA procurou informações detalhadas sobre as tempestades que acontecem na superfície de Saturno, mas só agora, com a ajuda de astrônomos amadores, conseguiu fotografar um desses eventos. As informações foram captadas pela nave Cassini, da Agência espacial, depois que os astrônomos enviaram dúzias de fotos da tempestade para a agência.

Os cientistas da Agência Espacial Americana sempre demonstraram interesse pelo que acontecia no chamado “caminho das tempestades”, localizado nas latitudes médias do planeta. Mas as tempestades apareciam e sumiam em apenas algumas semanas, enquanto os equipamentos da nave demoravam meses para serem “travados” no local e poderem capturar os dados.

>> Foguete da Nasa destrói "arcoi-íris"
>> No dia da Astronomia, 5 coisas que você não sabia sobre o espaço
>> Baixatudo: Tema da Nasa para Windows

No começo deste ano, a agência pediu ajuda para diversos astrônomos amadores e passou a enviar para eles dados sobre descargas eletrostáticas associadas a tempestades na superfície do planeta. Esse grupo, munido de seus telescópios "de fundo de quintal", começou a procurar pelas nuvens no céu de Saturno. Já em fevereiro, a NASA recebeu dúzias de fotos do planeta, vindas de vários cantos do mundo, de acordo com a agência.

Os cientistas que comandam a Cassini analisaram todas as fotos e descobriram uma tempestade se formando na mesma latitude para a qual estavam apontados os equipamentos da nave. Por sorte, eles puderam manobrá-los rapidamente para a região.

Nos dias 25 e 26 de Março, a sonda finalmente conseguiu alcançar a região e capturar a imagem que vocês vêem acima. Mais importante que a foto, no entanto, foi a análise espectométrica (que conseguiu informações importantes sobre a atmosfera e a temperatura do planeta).

Nenhum comentário: