domingo, 4 de julho de 2010

"Ninguém é flor que se cheire!"



.
Por Bottary

No meu levantar de hoje, acordei-me assustado por levar muito a sério este ditado acima citado, uma vez que algo preocupante em nossas vidas, é exatamente isso, qual seja, estarmos sempre nos perguntando: “ ...quem é honesto?... em quem confiar?...”

Se temos vários ditados populares, assustei-me com este “ispis literis”, porquê, claro, também tô “no mesmo barco”, ou seja, não sou também flor que se cheire. Entretanto, afinal de contas, quem é?

Aquele que se considera super-honesto, “que atire a primeira pedra”. Mas ao atirarem, se atirarem, por favor, cuidado para não acertar nem em mim, nem na minha Patroa Mazé, porque ela não tem nada haver com isso.

Procuro ao longo dos meus meio século e seis anos de vida terrena e boêmia, alguém que me possa apresentar, pelo menos, uma pessoa que a gente possa cheirar. Deve ter um perfume extasiante! Uma pessoa completamente sem defeitos.

Será que os mágicos teriam a possibilidade de fazer aparecer em sua cartola, alguém neste nipe, pra gente poder então inalar este perfume indescritível, que somente, acredito eu, teria somente em mundos mais angelicais?

Deve ser bom por demais, cheirar alguém que é flor que se possa cheirar; alguém quê, não obstante já estar bem adiantado moral e intelectualmente, não tenha lá num período da vida, seja ela na adolescência ou não, cometido aquilo quê, naquele momento pensou quê, ninguém viu.

Mas, a consciência dói! Ah! Como dói! Claro que se pudéssemos não faríamos novamente. Morreríamos de vergonha, haja visto que o tempo ajuda em nosso amadurecimento, atitudes e pensamentos.

Outrossim, ficamos à mercê agora do comportamento mais condizente com o de uma pessoa mais civilizada. Amadurecida interiormente falando. Mesmo assim, eu diria quê: Não pisem no meu calo!

Agora, o que mais me assustou, meus caros leitores deste blog “mais melhor do mundo e arredores”, do Universo, foi pensar que alguém pudesse pensar a ridícula idéia de achar que possa ter o direito de também incluir o NMQT, naquele barco.

Isto, eu não posso admitir. Não vou admitir.

Ele, eu já disse mais de mil vezes, que ele é um ser que está há muitos anos-luz daqui. Porquanto, é sim, flor que se possa cheirar!

E assunto encerrado!

Nenhum comentário: