sábado, 8 de janeiro de 2011

Plano Real: 15 anos

Plano Real



"Muito além de sua óbvia importância econômica, o passo que o Brasil dá com a entrada em circulação do real tem um alcance social e ético que não podemos deixar de ressaltar neste momento" (Exposição de Motivos à Medida Provisória do Real, 30/06/94).

O gigantesco e arriscado esforço de reforma que estabilizou a moeda e mudou a economia brasileira completa 16 anos. Tudo começou no governo Itamar Franco. A inflação mensal no primeiro trimestre de l994 chegou a 759%, o equivalente à inflação anual de 7.380%, e havia uma clara instabilidade política.

Itamar Franco havia convocado o seu ministro das Relações Exteriores, Fernando Henrique Cardoso, para assumir a pasta da Fazenda. Nascia então um programa ousado para estabilizar a economia baseado em três pilares: o equilíbrio das contas do governo, a criação de um padrão de valor estável, que foi denominado de Unidade Real de Valor(URV) e a emissão de uma nova moeda, o Real.

O equilíbrio fiscal foi definido no final de 1993 pelo Programa de Ação Imediata(PAI), que indicava bem o norte do governo ao afirmar "o governo Itamar Franco tem um programa de Combate à Fome que deverá ser ampliado e uma política econôminca que tem por objetivo a expansão do emprego pela retomada do crescimento. Essas diretrizes são inegociáveis. É chegada a hora, portanto, de reafirmar esses compromissos do governo, dizendo não à inflação e não à recessão."

Como primeiro pilar do combate à inflação, o PAI indicou as medidas que seriam tomadas para o controle das contas públicas, no âmbito das finanças da União, dos estados e dos bancos públicos e no programa de privatizações.

Foi então criado o Fundo Social de Emergência através de reforma constitucional dando condições para o equilíbrio do orçamento da União. Em seguida, no início de 1994, através da medida provisória 434, de 28/02/94, foi criada a URV com a função de unidade de conta estável, cuja correspondência com a moeda em curso, o cruzeiro real, era corrigida diáriamente. Fase necessária de transição à nova moeda e instrumento fundamental para a manutenção da neutralidade distributiva na mudança do regime monetário. Finalmente em julho daquele ano, o real foi instituído como moeda corrente e com equivalência paritária ao dólar americano.

O país entrou em nova fase de preços estáveis. Os resultados, todos conhecemos. O mais importante deles, contudo, foi o reconhecimento pela sociedade pela importância da estabilidade monetária para o desenvolvimento econômico, social e político do Brasil.

Sobre essas bases o governo F.H.C aprofundou e consolidou as reformas econômicas e implantou programas sociais que tiveram continuidade no governo Lula.

Cabe-nos agora comemorar os 15 anos de estabilidade econômica no Brasil.

-------------

Texto escrito pelo ex-ministro do Planejamento e do Trabalho - Paulo Paiva - do governo Fernando Henrique Cardoso e atual Presidente do BDMG.

Revista Viver Brasil - 10/07/09 - ano II - nº 16 - Pág. 95
http://www.viverbrasil.com.br/"

------------

Nota do Bottary: Entendo que é de suma importância para os seguidores deste eclético blog, estas informações acerca do Plano Real, pois dizem que o brasileiro tem memória curta. Discordo, pois as urnas têm nos mostrado exatamente o contrário, não obstante os dólares em cuecas, etc e tal.

Abraços!

2 comentários:

Manuel disse...

Olà amigo Geraldo!é verdade que eu passo poucas vezes por aqui, mas nao é por nao gostar! ao contràrio encontro muitas vezes assuntos interssantes onde se aprende muitas coisas e a Mazé tem jeito para explicar alguns fenemos geogràficos muitas vezes desconhecidos.O problema Geraldo, é quando um gajo como eu trabalha toda a semana e muitas vezes ao fins de semana na casa dos filhos, é muito dificil encontrar ocasioes para se sentar frente ao computador e ter tempo para visitar todos os blogs de todos os amigos.E é simplesmente a razao de eu nao aparecer mais vezes por aqui.Para falar do teu post eu penso realemente que o Real vei-o iquilibrar bastante o sistema economico Brasileiro, mas como eu jà disse, voces tem-em um pais rico em todos os sentidos.A meu ver basta so ele ser dirigido por gente competente séria com humanidade; e conseguir por toda essa gente Brasileira a trabalhar a pagar-lhe e necessàrio para eles poder viver dignamente.E assim voces seriam um dos paises mais ricos do mundo! é tudo e que eu vos desjo para o futuro.Geraldo se tu nao sabes vais ficar a saber,eu adoro o Brasil e os Brasileiros por isso que queres que te diga mais? abraços

Bottary disse...

Grandioso amigo, Manuel

O que quero que me digas mais?

Eu digo quê, se porventura vieres ao Brasil um dia, e se passares por Belo Horizonte, não esqueça de me telefonar, pois agradar-me-ia conhecê-lo pessoalmente, nem que seja por uns minutos apenas, pá!

Quanto ao Plano Real, doravante temos uma mulher bastante técnica e competente para melhorar ainda mais o nosso sistema monetário, que por sinal é descendente de europeu - a Bulgária.

Como pessoa mais técnica do que política, entendo que virão surpresas no desenvolvimento do país.

Abraços!