domingo, 10 de julho de 2011

Idade Antiga

O estudo da Antiguidade permite o conhecimento de vários aspectos do mundo atual


Por: Rainer Sousa

Quando adentramos o estudo da Antiguidade ou Idade Antiga, é bastante comum ouvir dizer que esse período histórico é marcado pelo surgimento das primeiras civilizações. Geralmente, ao adotarmos a expressão “civilização” promove-se uma terrível confusão que coloca os povos dessa época em uma condição superior se comparados às outras culturas do mesmo período.


Na verdade, a existência de uma civilização não tem nada a ver com essa equivocada ideia de que exista um povo “melhor” ou “mais evoluído” que os demais. O surgimento das primeiras civilizações simplesmente demarca a existência de uma série de características específicas. Em geral, uma civilização se forma quando apontamos a existência de instituições políticas complexas, uma hierarquia social diversificada e de outros sistemas e convenções que se aplicam largamente a uma população.

Ao contrário do que se possa imaginar, não podemos apontar uma localidade específica onde encontremos a formação das primeiras civilizações da história. O processo de fixação e desenvolvimento das relações sociais aconteceu simultaneamente em várias regiões e foi marcado pelo contato entre civilizações, bem como a incorporação de duas ou mais culturas na formação de outra civilização.

Reportando-se ao Mundo Oriental, podemos assinalar o desenvolvimento das milenares civilizações chinesa e indiana. Partindo mais a oeste, localizamos a formação da civilização egípcia e dos vários povos que dominaram a região Mesopotâmica, localizada nas proximidades dos rios Tigre e Eufrates. Também conhecidas como civilizações hidráulicas, essas culturas agruparam largas populações que sobreviviam da exploração das águas e terras férteis presentes na beira dos rios.

Na parte ocidental do planeta, costuma-se dar amplo destaque ao surgimento da civilização greco-romana. O prestígio dado a gregos e romanos justifica-se pela forte e visível influência que estes povos tiveram na formação dos vários conceitos, instituições e costumes que permeiam o Ocidente como um todo. Contudo, não podemos também deixar de dar o devido destaque aos maias, astecas, incas e olmecas que surgem no continente americano.

Sem dúvida, o estudo das civilizações antigas se mostra importante para que possamos entender melhor sobre as várias feições que a nossa cultura assume atualmente. Contudo, sob outro ponto de vista, o estudo da Antiguidade também abre caminho para que possamos contrapor os valores e parâmetros que um dia foram comuns a alguns homens e hoje se mostram tão distantes do que vivemos.

É praticamente infinito o leque de saberes que se aplica a esse período histórico.

3100a.C. O rei Menés unificou o baixo e o alto Egito e formou um dos primeiros governos nacionais do mundo.

3000a.C. Escritos cuneiformes dos sumérios deram início ao registro da história do Oriente Médio.

2500a.C. A civilização do vale do Indo começou nas cidades de Harappa e Mohenjo-daro, no Paquistão.

2300a.C. Sargão de Acad conquistou os sumérios e unificou suas cidades-estados sob seu governo.

1750a.C. Hamurabi estabeleceu o império babilônico.

1600-1400a.C. A civilização minoana floresceu na ilha mediterrânea de Creta.

1500a.C. A dinastia Chang começou seu governo de 500 anos na China.

Séc. XI a.C. Tribos latinas estabeleceram-se ao sul do rio Tibre e etruscos estabeleceram-se na região centro-ocidental da península italiana.

750-338a.C. Atenas, Corinto, Esparta e Tebas desenvolveram-se como as principais cidades-estados da Grécia durante o período helênico.

509a.C. Os latinos revoltaram-se contra seus dominadores etruscos e criaram a República Romana.

338a.C. Filipe II da Macedônia derrotou os gregos e anexou a Grécia ao império macedônico.

331a.C. Alexandre, o Grande, derrotou os persas em Arbela (Irbil) e abriu caminho para a conquista do norte da Índia.

321-185a.C. O império mauria do norte da Índia espalhou-se praticamente por toda a Índia e parte da Ásia central.

221-206a.C. A dinastia Tsin criou o primeiro governo central chinês poderoso e completou a Grande Muralha para proteger a China dos invasores.

202a.C. A dinastia Han começou seu governo de 400 anos na China.

146a.C. Os romanos destruíram Corinto e conquistaram a Grécia.

55-54a.C. Júlio César comandou a invasão romana da Bretanha.

27a.C. Augusto tornou-se o primeiro imperador romano.

70d.C. Forças romanas sob o comando de Tito capturaram e destruíram Jerusalém.

50-meados do Séc. III O império Kusha dominou o Afeganistão e a Índia norte-ocidental.

105- Os chineses inventaram o papel.

293- Diocleciano dividiu o Império Romano em quatro prefeituras e estabeleceu duas capitais - Nicomédia, na Ásia menor, e Milão, na Europa.

313- Constantino deu aos cristãos do Império Romano liberdade de culto através do Edito de Milão.

320- A Índia começou sua idade de ouro sob o governo da dinastia gupta.

395- O Império Romano foi dividido em Império Romano do Orinte e Império Romano do Ocidente.

476- O comandante germânico Odoacro depôs Rômulo Augústulo, o último imperador do Império Romano do Ocidente.


Mesopotâmia

A mesopotâmia viu surgir os primeiros impérios, as primeiras cidades da antiguidade e outros, berço de algumas das civilizações humanas.

A mesopotâmia está localizada entre a Ásia, África e a Europa, na região delimitada pelos rios Tigre e Eufrates, no sudoeste da África.

É uma região fertilizada pelas inundações periódicas de dois grandes rios que atraiu muitos povos e os abrigou a desenvolver obras de engenharia, para isso, surgiu o Estado para coordenar essa realização.

A região foi chamada de Mesopotâmia em 3500 a.C. Os criadores de gado e agricultores, criaram a escrita cuneiforme e os veículos de rodas.

A economia era a agricultura, mas os povos da região criaram também o artesanato, a criação de gados, a mineração e etc.

Na religião dos Mesopotâmia, os deuses que mais se destacava, eram: Shamach (sol); Enlil (vento e chuvas); Ishtar (amor e da fecundidade). Era politeísta e os deuses antropomórficos.

A organização social era dividida em duas partes, formando uma pirâmide onde no topo ficavam os membros da família real, nobres, sacerdotes e militares e na base eram os artesões, camponeses e escravos.


http://www.historiadomundo.com.br/


Nota do aluno Bottary:

A Mesopotâmia (nome grego que significa entre (meso) rios (potâmia.
É uma região de interesse histórico e geográfico mundial. Trata-se de um planalto de origem vulcânica localizado no Oriente Médio, delimitado entre os vales dos rios Tigre e Eufrates, ocupado pelo atual território do Iraque e terras próximas. Os rios desembocam no Golfo Pérsico e a região toda é rodeada por desertos.

Fonte:http://pt.wikipedia.org




Breve Resumo da Antiguidade e Resumo do Trabalho e da Tecnologia na Antiguidade

Um comentário:

Mazé Silva disse...

Meu queridíssimo amigo Bottary!

Cada dia que passa, as suas postagens estão ficando mais interessantes, pois estudar a antiguidade sempre despertou em mim um grande interesse e rever agora através de suas riquíssimas matérias, para mim tem sido um enriquecimento, pois quando estudamos, muitas coisas esquecemos.

E assim como você, sempre fui fascinada também em História, que está muito ligada à Geografia, em que tudo que a História nos é transmitida, observamos que para que haja uma melhor compreensão e entendimento da mesma é preciso relevar os aspéctos geográfico, como mapas, tabelas, gráficos, dando assim uma informação mais precisa do assunto em exposição.

Esse período que você abordou é de grande relevância no estudo da Antiguidade.

Parabéns pelo excelente post.

Beijos da amiga!

Mazé Silva!